AFASTANDO A DES…CONFIANÇA

  • por em 24 de agosto de 2020

Bruno Haddad/Cruzeiro/Flickr

Como a paixão, a emoção e a raiva são más conselheiras, convidei para ocupar este QUINTAL, hoje, um cientista do futebol, que há anos no Brasil e no exterior, trabalhando administra estes sentimentos explosivos que marcam nossa vida de torcedores.

É o conhecido e admirado Francisco Ferreira, Gestor Esportivo e Diretor do Centro de Excelência em Performance de Futebol. Foi preparador físico do Cruzeiro por 11 anos, atuando também no Minas Tênis e no Al Ain, dos Emirados Árabes.

É com esta bagagem expressiva que ele comparece ao QUINTAL:

“Como profissional, aprendi que o futebol não pode ser analisado ao sabor da paixão, mas de modo racional e dentro dos contextos. Hoje só me exaspero quando ouço o nome de gente como os membros do trio maldito, os crápulas WPS, IM e SN! Esses eu quero mais é encontrar na rua e encher de porrada! Deixar sem um dente na boca!
Mas vamos aos fatos deste domingo: Após uma final de CL de encher os olhos, com a qualidade e intensidade de um Bayern, assistir a Confiança x Cruzeiro no pasto da Arena Batistão, foi de dar calo na vista! Mas… é a nossa realidade! Nós que somos exigentes e mal-acostumados, teremos que ser humildes e pés no chão durante um bom tempo!  
Mas, ok!… Temos também que dar vários descontos:
1º) Não gosto de time montado durante a competição, mas o Cruzeiro realmente não teve opção neste ano totalmente atípico: Eleição de nova diretoria em Abril; pandemia; sem $$$, dívidas urgentes a serem pagas matando um leão por dia…
2º) Por conta de tudo isso, muitos jogadores estão ainda chegando. Nenhum craque para entrar no time e resolver, então, leva tempo até uma adaptação ao clube, aos companheiros, ao modelo de jogo, etc.
3º) O campo hoje realmente não ajudou nada!
Mas mesmo com estes descontos, há situações que exigem atenção: O jogo contra a Chape foi mais preocupante do que o de hoje, pois não havia a desculpa do gramado! Encontrar um padrão de jogo e um estilo mais agudo são questões urgentes! Tomara que o Airton ajude nisto!
A final da Champions hoje mostrou mais uma vez como que a tática que significa “Comunicação + Tomada de Decisão”, ou seja: Entrosamento + Inteligência/Leitura/Compreensão do jogo, se tornou o principal pilar do futebol moderno, bem ao contrário do que disse semana passada o Luxemburgo em uma entrevista, onde ele defendeu prioritariamente a técnica individual e deu a impressão de que ele entende a tática apenas como o padrão de disposição dos jogadores dentro do espaço do campo.
Nenhum deles é algo a se exigir do Cruzeiro atual! Cruzeiro precisa é de apoio e não de cobranças apaixonadas! Precisa é de um time operário e minimamente organizado, para isto é preciso dar apoio, suporte, incentivo, confiança e paz, principalmente num grupo cheio de garotos!
Enfim: Temos que adquirir padrão, ganhar jogos, subir pra Série A! Margem de erro próxima de zero!
Abraços!’

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments