NÃO SEREMOS HEPTACAMPEÕES DA COPA DO BRASIL NESTE ANO

  • por em 26 de agosto de 2020

Bruno Haddad/Cruzeiro/Flickr

Encontramos hoje, logo em Alagoas, o nosso “Afogados”!

Cruzeirenses apaixonados somos todos nós. Mas há sempre aqueles que acham que só eles veem o que ninguém mais vê. Tome crítica. Não temos time. Não temos vergonha de empatar com o CRB. Somos mal escalados.

Vou me permitir discordar. Acho que fizemos a melhor partida com Enderson Moreira e só não ganhamos por causa do juiz e do acaso. Além do pênalti não marcado, o juiz travou o jogo desnecessariamente com “faltas” no meio de campo o que deve ter consumido pelo menos 1/5 da partida porque os jogadores alagoanos fizeram o que faz todo time nas mesmas circunstâncias: um minuto para bater faltas, laterais, tiro de meta, além das simulações de contusões. O ponteiro vai girando e a gente querendo entrar em campo pra apressar o jogador.

O acaso contribuiu também, fazendo o Léo escorregar exato no momento em que poderia tirar a bola de seu xará artilheiro. O empate logo no início do segundo tempo nos tirou a vantagem de jogarmos contra o desespero natural do adversário, pois um gol a mais levaria a decisão para os pênaltis e um terceiro nos daria a classificação.

Mas coisas boas aconteceram: a ótima estreia de Airton, o retorno ainda que por poucos minutos de Judivan, a boa partida de Riquelmo, assim como de Manoel e o gol de Giovani.

Lógico: perdemos bisonhamente a classificação no Mineirão. O jogo de hoje em Alagoas, embora frustrante pelo resultado, acende a meu ver uma luz de esperança. Finalmente começamos a mostrar um rascunho de padrão de jogo. Contra o América teremos uma aferição melhor. Mas estou esperançoso.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments