NESTA NOITE CONTRA O AVAÍ FELIZMENTE EM FLORIPA!

  • por em 18 de dezembro de 2020

Gustavo Aleixo/Cruzeiro/Flickr

Com ou sem sal grosso, em casa já vimos que complica. Por sorte nossa, o Avaí sofre do mesmo karma: gatinho em seu campo, leão fora. Nos quatro últimos jogos, venceu Ponte Preta, em Campinas, e Sampaio Correa em São Luis. Em Florianópolis perdeu para Oeste (3 x 0) e para a Chape (2 x 0).

Esperamos que nesta noite funcione direitinho a vocação samaritana do Avaí. E que o nosso reencontro com o lateral direito Edilson seja tranquilo, que ele faça jogando pelo Avaí o mesmo que fazia pelo Cruzeiro: nada!

Do nosso lado, uma notícia boa e outra preocupante. Retorna ao meio campo o volante Adriano, certeza de segurança naquele setor.  Mas com a suspensão de Matheus Pereira, voltará Patrick Brey, sinal garantido de altas emoções. Curioso não termos encontrado até agora uma outra opção para a lateral esquerda, ainda que adaptando um integrante da defesa.

Esperamos ver hoje o Cruzeiro do segundo tempo contra o CSA: garra, vontade de ganhar, sem chutes diplomáticos que não ameaçam ninguém.

Partiu esperança?

BATE PAPO NO QUINTAL

1. Em alguns grupos cruzeirenses de que tenho a honra de participar (agora são 40) este blogueiro tem recebido advertências: vários comentaristas, cruzeirenses e atleticanos, do QUINTAL apresentam análises bem elaboradas, melhores do que a própria coluna. Concordo.

2. Espero que pela última vez, informo que a brincadeira de mal gosto feita por Benecy Queiroz sobre a “compra” de um jogo foi de fato uma brincadeira. O jogo, segundo ele informou ao repórter, era um amistoso.

– Quem “compra” juiz em jogo amistoso?

E nesse jogo, segundo Benecy, o nosso técnico era Enio Andrade. O goleiro, Vitor.

Esses profissionais nunca jogaram juntos. Não há como fazer tragédia de uma brincadeira dessas.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments