SOBROU GARRA, FALTOU UM GOL

  • por em 14 de outubro de 2021

Bruno Haddad/Cruzeiro/Flickr

Uma pena! Do banco do Botafogo, certamente Enderson Moreira se perguntava: onde estava este Cruzeiro que eu não consegui encontrar na Toca-2?

Onde estava essa garra maluca na disputa por divididas ou bolas perdidas? Esta vontade indomável de vencer que eu não consegui descobrir nestes meninos?

Um Cruzeiro que em muitos jogos mal entrava no primeiro tempo, tornando dispensável o goleiro do adversário, finalizou 15 vezes na etapa inicial. Outro tanto no segundo tempo.

Pecamos pelo menos cinco vezes no toque final para o gol e a rigor não se pode condenar nenhum jogador porque o emocional afeta até inconscientemente no momento “h”. Por mais compreensão e paciência que se tenha, salários atrasados no Profissional, na Base, com os funcionários, tudo isto acaba indiretamente entrando em campo.

Apesar disso, ou por causa disso, o time deixou o campo aplaudido pela torcida.

Vanderlei Luxemburgo, na beira do gramado, comandava a emoção o tempo todo. Saiu com o terceiro cartão amarelo, mas satisfeito com os jogadores, como declarou no pós jogo.

Se fosse possível fazer um pedido, gostaria que se policiassem mais nas reclamações contra faltas, laterais, etc. A insatisfação demonstrada às vezes de modo desproporcional, além de nada adiantar, aumenta a tensão no time. Um convite prematuro ao desespero.

Vamos melhorar?

Se já conseguimos o mais difícil que é formar um time de futebol, podemos controlar um pouco mais o emocional.

BATE PAPO NO QUINTAL

1. Manuel Panhame, o compromisso com a autenticidade, código de honra do historiador, colocou você numa sinuca de bico: confessar que está morrendo de medo do Imponderável F. C., também conhecido como Sobrenatural de Almeida, ou ainda, ressuscitando um bullying antigo, Cavalo Paraguaio e Flanelinha.

Melhor do que ninguém você sabe quantas vezes o Atlético sonhou com uma lua de mel frustrada pela fuga da noiva na última hora.

Você, que teve a hombridade de se confessar supersticioso, sofreu horrores com a eliminação na Libertadores e lá no fundinho da alma ficou plantada a dúvida que tira o sono: será um sinal, sair assim, pelo Palmeiras e com Hulk perdendo pênalti?

O que vem acontecendo com o Atlético, ao longo das últimas décadas, não é lenda que virou verdade. É uma verdade que virou lenda. O fatalismo oriental, explica Maktube.

Mas você não está sozinho nessa. Um dos maiores colunistas do País, o atleticano Fred Melo Paiva, confessou sábado passado:

“Se perde – e até mesmo quando empata – acabou-se tudo, ninguém presta, está na cara o engodo e o equívoco completo em relação a tudo e todos. Mesmo com 11 pontos de dianteira, a derrocada parece iminente e incontornável. Sabotadores de nós mesmos, pensamos em cavalos paraguaios. O corvo se alvoroça: “Nevermore”. E contamos os dias para os 50 anos de espera. Credo. ”

2. Ercílio Ferreira concorda com o blogueiro:

“Jamais a luta deve ser abandonada. Finalmente voltamos a ser Cruzeiro. ”

É isto, Ercílio, o presente é terrível, mas temos um passado que alimenta a fé, como fornalhas na aciaria para fazer nascer o aço.

3. Rei Melo, finalmente concordando com o blogueiro:

“…realmente fiquei impressionado com o jogo… foi outro time sim…”

Já é um bom sinal. Precisamos agora acertar os ponteiros quanto aos técnicos que passaram pelo Cruzeiro e fracassaram: Ney Franco, Enderson Moreira, Felipe Conceição e Mozart. Hoje sabemos que não foram boas escolhas. Na época, porém, eram as melhores alternativas disponíveis e ao nosso alcance. Ao reabilitarem seus novos times, demonstram que o defeito não estava com eles. Por estas coisas que só o Imponderável F.C. explica, o único dos técnicos que passaram pelo Cruzeiro com o respaldo de 90% da torcida – Felipão – acaba de ser demitido, deixando o Grêmio na vice-lanterna.

4. Marcio, com propriedade, contesta a inexplicável onda atleticana de nos acusar de arrogância. É uma simples questão de currículo enriquecido pelos títulos conquistados. Agora mesmo, a temporada é de distribuição do ambicionado Prêmio Nobel em várias especialidades. O agraciado que colocar esta impressionante conquista em seu currículo é arrogante?

5. DM Cruzeiro Sempre aplaudindo Márcio. Nós também, e mais 9 milhões de corações azuis.

6. Jorge discorda de Marcio e perde ponto bobo batendo lateral. Insiste na nossa “arrogância” só vista por atleticanos. De tabela, incluem “vaidade, porque está no nosso hino. Meus caros condôminos da barraca alvinegra neste QUINTAL, a luta é pra escalar montanhas e não pra tropeçar em grãos de areia…

Ser o maior Clube brasileiro fora do eixo-Rio São Paulo, em títulos e número de torcedores, não é arrogância, é fato reconhecido inclusive em recente pesquisa. A “vaidade”, no nosso hino, não é um pecado. É licença poética, sem qualquer resquício de presunção ou espírito de superioridade.

Entendam isto, por favor.

7. Jorge/2, sem perceber que seu anjo da guarda trocava de turno, volta ao QUINTAL e comete dois pecados graves deixando manchas incômodas em sua biografia. Quanto ao Clube Empresa, vê calote oficial no fato de que o time propriamente esteja livre do passivo, então de responsabilidade da Empresa (patrimônio e investidores). Jorge, se não fosse assim, como o time poderia se reerguer? A mudança é exatamente essa: garantir oxigênio para a reconstrução.

O segundo, grave e imperdoável pecado cometido por Jorge foi torcer, torturar, desfigurar, violentar fato público e notório. Aquele CCM (Caso Clássico de Maracutaia) acontecido no Independência, com o corte “seletivo” de energia elétrica, deu-se quando o Atlético estava entregando a rapadura… o freguês já havia pago o preço, a mercadoria estava sendo embrulhada…

Vergonha, vergonha, vergonha.

8. Galo Doido New York, intimado, volta ao QUINTAL e justifica sua ausência causada por trabalho, não por maus presságios de flanelinhas, equinos paraguaios e outros corvos azarentos. Nega que esteja no grupo de Manuel Panhame e Fred Melo Paiva no qual, nem 11 pontos de vantagem espantam fantasma de zebra histórica.

Pra não perder o costume, Galo Doidorevisita suas duas praias recorrentes: Benecy Queiroz e a conquista de Melhor Clube Brasileiro do Século 20. Dois espinhos difícil de engolir.

9. Jack enquadra Jorge pela pisada de bola no caso do corte de energia no Independência e em seguida lamenta a lentidão do nosso sistema judiciário, embora reconheça que grande parte se deve ao amplo direito de defesa assegurado a quem é acusado. É isto mesmo, Jack, cabendo à parte interessada sempre fiscalizar e impulsionar o processo. Agora imagine quando a “parte interessada” também não quer que o processo evolua. E só “interfere” em benefício dos próprios acusados.  É o caso do Cruzeiro com os conselheiros remunerados. Um absurdo.

10. Futebol & Paixão – Com interesse de aprendiz e orgulho de anfitrião, acompanho os debates neste QUINTAL sobre a paixão no futebol e o quanto podemos, nesse caso, preservar a racionalidade. O tema se torna excepcionalmente difícil porque, sendo apaixonados os debatedores, há um pressuposto de que a razão seja logo colocada pra escanteio. Meu filho Gustavo Rocha, autor de livros, estudou em Cambridge e Lisboa, um primor de prudência e discernimento em qualquer assunto que não seja Atlético. Assistindo jogo, porém, sai sempre exaltado reclamando de 5 a 10 pênaltis não marcados em favor do Atlético. No primeiro tempo. Mas diz que sempre coloca a razão acima da paixão…

Um colega e amigo, desembargador Lucio Urbano, nos tempos em que lecionávamos na Faculdade Milton Campos foi convidado para presidir o TJD – Tribunal de Justiça Desportiva. Recusou, confessando que a paixão pelo Atlético iria comprometer a isenção que se espera do julgador.

11. Manuel Panhame/2 – Diz a sabedoria oriental que não se deve voltar ao local onde fomos muito felizes.  Você e as circunstâncias já não são os mesmos. A lição pode se adaptar em outras ocasiões, como esta. Panhame, tão eficiente na primeira intervenção, retorna ao QUINTAL só pra perder pontos. A sua narrativa do América x Atlético de 1948 é comprometida pela paixão. O juiz inglês, Mr. Barrick, veio porque o Atlético, contando com o eterno apoio da FMF, queria impor, imagine, o Cidinho Bola Nossa! O América teve de recorrer à Federação carioca.  Vencido na indicação do árbitro, o Atlético tentou, sem êxito, impor Cidinho como bandeirinha. Aos 3 minutos, 1 x 0 América, que chegou a 2 x 0. O Atlético fez 2 x 1, em golaço de Nívio. Mas o América chegou a 3 x 1.

Sabe o que o Atlético fez?  Abandonou o campo.

Meu caro Panhame, pelo seu respeitoso histórico neste QUINTAL, e se for do seu interesse, poderemos retirar das notas taquigráficas o registro de sua última intervenção.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments

Subscribe
Notify of
guest
69 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Bernardo

Jogadores entraram em greve bem na hora que o cruzeiro se prepara apenas para cumprir tabela no campeonato.

Jorge

Bom dia a todos! E já vou me adiantando um pouco para desejar uma boa SEGUNDA aos bbruzeirenses!!! Porque, apesar de hoje ser ainda uma quinta-feira, é claro que uma nova SEGUNDA para o bbruzeirense é questão de tempo.

Feliz com mais um empate no qual ‘só faltou um gol’, o Dalai repete, com variação, frase famosa do Parreira: ‘o gol é só um detalhe’. Pois é. O Bbruzeiro caminha para conquistar a tríplice coroa da vergonha, o TriNaB, por detalhes. 15 detalhes até agora.

E o Dalai parece não aceitar até hoje que o Galão Mais Querido do Mundo tenha ganhado uma Libertadores dos tempos modernos. Apesar de ter duas, empoeiradas pelo tempo, quando era um torneio de segunda ou terceira importância, o que dói na vaidade bbruzeirense é que ele esteve tão perto várias vezes e paraguaiou em todas, incluindo aquela noite de Verón, passando pelo tal ‘barcelona das américas’ (pausa para o riso: kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk)

Tudo isdo é terrível, terrível, terrível.

Quanto à versão fake dos bbruzeirenses sobre o que aconteceu no Independência? Inveja, inveja, inveja.

E o Dalai, compreensivelmente, compra a versão do seu correligionário Márcio e faz como ele ao ser confrontado com fatos que eu expus: silêncio. Está certo, é mesmo a única resposta possível, exceto se quiserem passar vergonha tentando explicar o inexplicável. E para registrar, repito aqui o que escrevi para o Márcio sobre a arrogância bbruzeirense e o Dalai se fingiu de morto:

“Quanto à arrogância, qual é mesmo o time que propagava a fake news de que ‘time grande não cai’? Talvez por acreditar que fizesse parte dessa premissa? Quem se auto-intitulava ‘incaível’? De qual time era o torcedor que, com o barco já entrando água, após uma vitória ilusória, gravou um vídeo dizendo que ‘nem Deus derrubava o Bbruzeiro’? Que ‘o Bbruzeiro era maior que Deus’?”

“(…) Qual o clube que iria ‘subir com um pé nas costas’? Presidente de qual clube que falou que ‘série B é para os outros, não para o Bbruzeiro’?”

E implacável e irrespondível, conclui:

“Eu sei que nunca assumirão a vaidade (ainda que oficial) e menos ainda a arrogância. Melhor assim. Ninguém evolui enquanto não admite os erros. Todos os grandes que cairam botaram os pés no chão e empreenderam um doloroso caminho de retorno.”

“(…) Continuem assim. Chamem a arrogância de currículo e quando confrontados digam apenas: aiiinnn, mas eu tenho três brasileiros, um fax, dois isso, três aquilo, etc. E boa sorte no terceiro ano seguido na série B. E que continuem não aprendendo nada com as pauladas que estão levando. Parodiando o vaidoso presidente de vocês, ‘humildade é para os outros, não para o Bbruzeiro’.”

Pois é, para a realidade e para fatos, não há versão ou fake news que pare em pé!

E o Dalai encontrou uma justificativa singela para justificar a SAF (que sigla mais adequada!): “Jorge, se não fosse assim, como o time poderia se reerguer? A mudança é exatamente essa: garantir oxigênio para a reconstrução.”

E os credores? Ora os credores!!!

Ouvindo isso, eu fico pensando se um bbruzeirense ‘apaixonado’ (dizem que existe alguns, então não vou discutir), aqueles mesmos que se vangloriam de ser ‘raposa astuta’, fosse convidado para presidir um TJD! Imagina então se fosse alguém da escola beneciana! Parabéns ao Atleticano que declinou do convite. É exatamente esse tipo de comportamento que nos diferencia da ‘raposa astuta’.

Mas falando agora do Galão Mais Querido do Mundo, tema preferido do Dalai.

Sim, o Atleticano raiz, não o deslumbrado, tem fundadas razões para querer conduzir a campanha no brasileirão na ponta dos dedos. Foram tantas as maracutais passadas, sobretudo em benefício do nosso atual oponente principal que o Atleticano fica ressabiado. Mas principalmente porque a diferença de onze pontos tende a ser de apenas cinco, porque é fato que nosso oponente vem jogando bem e não deve ter dificuldade em confirmar os seis pontos nos jogos atrasados. E dentro desses cinco pontos há um confronto direto na casa do adversário onde qualquer resultado é normal e eles estarão pressionados para confirmar o mando de campo, como o Galão confirmou o seu no primeiro turno. Portanto, a diferença sobre a qual nosso oponente não tem nenhuma gestão é de apenas dois pontos. Suficiente, mas sem espaços para erros.

E essa avaliação é porque o Atleticano não é deslumbrado e nem vaidoso. Vamos seguindo concentrados, com foco, confiantes, mas sabedores que ainda temos uma longa jornada pela frente e precisamos vencer no campo e anular o extra-campo. Ontem por exemplo, foi necessário acontecer quatro pênaltis (o primeiro, não marcado, escandaloso! quando ainda estava 0x0) para que o árbitro fosse constrangido a marcar dois. Normal. Conhecemos essa história. Mas vamos seguindo com fé e humildade buscando cumprir nossa missão constitucional: vencer, vencer, vencer.

E quanto ao Bbruzeiro, nada mais a declarar ou a fazer, exceto esperar pela SEGUNDA e pela próxima coluna do Dalai. Abraços.

Teobaldo

PERMITA-ME O COMPLEMENTO

“E o Dalai encontrou uma justificativa singela para justificar a SAF (que sigla mais adequada!): “Jorge, se não fosse assim, como o time poderia se reerguer? A mudança é exatamente essa: garantir oxigênio para a reconstrução… ÀS CUSTAS DOS PAGADORES DE IMPOSTOS, QUE DEVEM INJETAR DINHEIRO PARA SUSTENTAR UMA ATIVIDADE PROFISSIONAL”

Em tempo: REDUÇÃO DE IMPOSTOS = INJETAR DINHEIRO DE QUEM PAGA IMPOSTOS

Marcilio Vaz

A arrogância, “qualidade ou caráter de quem, por SUPOSTA superioridade moral, social, intelectual ou de comportamento, assume atitude prepotente ou de desprezo com relação aos outros; orgulho ostensivo, altivez”. Pois que numa quarta-feira (não foi a quarta do Goulart, pq está não chegará jamais) em um jogo pela vigésima quinta rodada da Seria A, um ex-jogador do BBruzeiro transvestido de peixe marca um gol contrao Galão, eis que a arrogância azulina vem a tona, correndo em disparada para a MASSA, se achando superior bate a mão no peito e grita “Aqui quem manda sou eu!”. PEIXE MORRE É PELA BOCA.
A arrogância, nos comentários do post anterior o Dalai deixou passar desapercebido (ou percebeu, mas arrogantes que são não quis comentar) o comentário do Luiz Gonzaga de Barros “…contra um Botafogo, um segundo lugar sem explicação, fomos muito bem. Começo a imaginar que a odiada “SORTE” existe, não faz sentido ele no segundo e nós sem chances, só pode ser as Pragas do outro lado ” se sente tão superior que não admite que um time esteja melhor colocado que o BBruzeiro na tabela, mas levando em conta o curriculo ele está sendo humilde e joga toda a ruindade do proprio time em praga de atleticano ou na sorte que não tem mais.
A arrogância…..

Pedro

SAF não é a oxigenação do cruzeiro, é a pá de cal. No projeto, 20% do faturamento da empresa irá para o pagamento das dívidas do time. Com a atual estruturação do futebol e a receita do clube na série B, isso significa que vai faltar dinheiro para alguma coisa. Veja, o clube, sem essa restrição dos 20% para pagamentos de dívidas não consegue cumprir com os seus deveres, imagina com mais essa restrição? Mas vamos ser bem otimistas (dependendo do ponto de vista) e acreditar que o cruzeiro consiga os 300mi de investimento na SAF. Ora, de cara parte desse dinheiro terá que ser usado pra pagar dívidas da FIFA pra conseguir assim, contratar novos jogadores. Além disso, parte vai ter que ser usada pra pagar os salários atrasados dos funcionários e jogadores que continuam no clube. Se utilizar o resto pra contratar jogadores de melhor nível, não vai ter dinheiro pra pagar uma folha salarial mais inchada por conta desses mesmos jogadores. A conta não bate. Mesmo com um aporte volumoso, o cruzeiro ainda fica a mercê de uma operação mto bem feita por um departamento de futebol que sequer existe. Mas o problema maior vem quando a conta não fecha. Um clube empresa, quando não consegue cumprir com suas obrigações, quebra. E quando quebra, aí, meu caro, perde nome, perde tudo.

Jorge

Concluindo: terrível, terrível, terrível!

Marco Aurélio

Bom dia,

Vamos a realidade, série B é uma baba. Se o Cruzeiro tivesse o mínimo de organização ja teria subido.

Ninguém aguenta atrasos de salários recorrentes, aqui, encher o tanque custa 300 para um salário mínimo de 1000.

Acorda Dalai, acabou. Até o sub 20 não recebe.

Porque os 400 come e dorme não se juntam para algo de útil, ao menos 1 vez, tirem 2,5 salário mínimo ao menos para custear a base e os funcionários.

E o tal conselho gestor, que você faz parte, com os seus empresários abnegados, multimilionário, ajudem ao Pedrinho a bancar os salários.

Ao que me parece, dessa turma toda aí, somente o Pedrinho age como cruzeirense de verdade, o resto, prefere deixar o time perder pontos na Fifa a tirar 6mi de uma conta com mais de 1 bi.

Acabou, está greve é a pá de cal!

América 2 anos na série A e o smalzeiro 3 anos na série B.

Zeirinho não é mais rival, virou café com leite. Coelho é muito, mas muito maior que seu minusculo inquilino.

Bruno Araújo de Carvalho

#Fora SSR ! Chega ser Surreal a presença do famigerado presidente do Gel em Portugal, e o clube vivendo esse CAOS administrativo culminando com a “greve” dos jogadores. Que esse Cidadão tenha a hombridade de entregar o seu cargo e deixar que pessoas capacitadas gerem o clube nesse pior momento de sua História ou caminharemos para o Fim.
Estamos pagando caro por termos um Presidente ARROGANTE e sem capacidade de gerir o clube do tamanho do CEC.

Murilo Andrade Marçal

Amigo, nosso Cruzeiro já era, é fato, não tem recuperação em nenhuma hipótese, Gilvan, Cachaça foram ladrões e este lixo aí não serve pra nada.

Carlos Eduardo

Bom dia Dalai.
O que estou tentando entender agora neste exato momento é sobre a palestra que o nosso “presidente” está ministrando na Europa sobre gestão no futebol. Eu devo ter lido errado ou se trata de fake news. Não é possível! .
Ironias de lado, concordo com a opinião do Pequetito, da rádio, sobre o presidente “precisar de algum tratamento”.
Será que ele se julga apto a dar palestras sobre gestão no futebol? Será que a gestão dele o credencia a passar conhecimento a outros?
A cara de pau, vaidade e incompetência desse SSR chegam a me impressionar. Jogar a terceira série B não é nenhuma surpresa.
O clube tem a grandeza ( momentânea) dos seus atuais gestores, e, infelizmente, continuaremos assim até esse sujeito ir pra bem longe da Toca da Raposa, o que, pelo jeito, só ocorrerá após o fim de seu mandato.

Teobaldo

De uma coisa eu não abro mão: do DIREITO do Sr. Sérgio Santos Rodrigues concorrer a um novo mandato. Aí, sim, com calma, e aplicando os procedimentos de gestão nos quais ele é especialista e, inclusive palestrante internacional, ele poderá organizar a casa e colocar o Cruzeiro no lugar em que ele merece.

Marcelo

Concordo e, caso haja disponibilidade de tempo, terei imenso prazer em fazer campanha para a reeleição do SSR Kiko!
Afinal ele merece…..

José Antonio

A verdade é que os perebas e refugos estão dando um “sanguinho” pra ver se arrumam um jeito de sair dessa espelunca falida…. Ou, na pior das hipóteses, arranjar uma boquinha nesse timinho mesmo pra disputar a SEGUNDONA no ano que vem…. Isso vale pro prôfexô, treinador ultrapassado e desatualizado….

José Antonio

Nada a comentar sobre as declarações do empresário do Felipão??? E nem sobre a greve dos perebas do profissional e da base??? Não adianta tapar o sol com a peneira, a coisa está pior do que se pensava….

Rodrigo Valu

Ficaram encantados com a raça em jogo amistoso? Depois vem a bomba da greve por falta de salários. É essa a razão. Tbm é essa a razão de não subirem. O Time poderia sim render o suficiente pra subir, mas dependia compromissos da direção com os jogadores e dos jogadores com o clube. “Fingem que pagam e fingimos que jogamos”, simples. Eles simplesmente fizeram o feijão com arroz pra não deixar o time cair, mas não se esforçaram para subir, pois não houve esforços para cumprirem os compromissos com os funcionários do clube. E ano que vem? Time vai estar entrosado e com um técnico habituado no clube? Mas e o compromisso com os funcionários? Como estará? Prevejo mais feijão com arroz o ano todo.

Falando em arrogância tem outra frase: “No dia do centenário o cruzeiro já estará classificado para a Séria A”. Peixe morre pela boca msm.

Jamicel

Nos dois últimos jogos, Coritiba e Botafogo, tivemos uma pequena amostra do que é o CRUZEIRO, uma simbiose entre torcida, campo e luta!

O clima no estádio, na terça, era bom e favorável à vitória, pois o time se entregava e a torcida entendia a importância do apoio, em momento tão difícil.

Na saída do estádio, tive a certeza de que voltaremos, de forma triunfal, em breve!

Cruzeiro, mais do que NUNCA, SEMPRE!

Teobaldo

Cara, troque o seu fornecedor. Esse produto está estragado!

peppeu

Ou aumente mais uma gotinha na posologia diária…

Teobaldo

Você sumiu, cara! Faz isso não! Aqui a diversão é garantida! Abraços!

Marcelo

É droga estragada ou tem algo pior nesse cérebro?

Jack

Falou tudo Jamicel. A nossa torcida fez a sua parte no jogo. Agora faremos nossa parte no clube. Vamos mostrar àquele presidente o quanto estamos “contentes” com a sua administração.

Guilherme Henrique

Dalai, tire uma dúvida, uma vez que você e o Conselho gestor foram citados pelo Sergio Rodrigues com relação ao Diretor de Futebol Rodrigo Pastana.

O Sergio afirmou antes de sua contratação que o Conselho gestor havia definido o Pastana como Diretor de futebol. Qual foi o critério avaliado? Quem eram os outros postulantes a vaga?

Augusto

Prezado Dalai,
Concordo em gênero, número e grau com o que escreveu o nosso amigo Jorge a respeito do seu falido (ou defunto ?) clube que arrotava soberba, arrogância e vaidade sem saber que o mundo dá muitas voltas.
O que ontem era pedra, virou pó num piscar de olhos.
O Jorge ainda diz, com muita propriedade, que vocês ainda não caíram na real : vocês se transformaram em um NADA, mas o que vemos aqui nesse espaço é você dizendo todo dia, que já fomos isso, já fomos aquilo, que SOMOS (?) o maior clube fora do eixo Rio e São Paulo, que temos (?) maior torcida, bla bla,bla,glub,glub,glub(o glub é o Titanic que afundou).
Meu prezado, podemos ser Galo Paraguaio, mas estamos VIVOS, disputando competições, perdendo sim, mas disputando.
O esporte é assim…nem sempre o melhor ganha, vide no passado as seleções da Hungria, Holanda e o Brasil de 1982, times fantásticos, mas que perderam. Vida que segue……
Por isso, prezado, apesar do futebol ser a coisa mais importante entre as menos importantes da vida, apreciamos ver vocês devendo salários e sendo humilhados, apesar de entender a dor de seus funcionários e atletas, que precisam de dinheiro para comer.
Afinal, na vida colhe-se o que se planta.
Vocês plantaram soberba e arrogância, daí a colheita………
E concluindo : salve o dia 08/12/2019!!!!!!!!!
Foi muito, mas muito melhor que a quarta-feira do Goulart.
Abraço…o fim de semana está chegando……boa SEGUNDA, que vocês merecem.
Oxalá sejam incontáveis SEGUNDAS!

Atleticano

Dalai e sua hercúlea tarefa de defender o indefensável. Para vencer esse desafio foca mais no único time relevante de Minas do que no dele, que está lá pela segunda página da série B a dois anos.
Visitei o blog hoje imaginando encontrar verdades sobre os fatos recentes, greve de jogadores por falta de pagamentos, atrasados e com pendências ainda de 2020, mesmo tendo o Pedrinho intervindo duas vezes nos últimos três meses para tentar salvar a barca. Mas… nem uma citação.
Em compensação, falar sobre o Galo é o que lhe resta, é o folego para o sprint final, final que parece cada vez mais perto.
A narrativa de cavalo paraguaio e flanelinha cai como uma luva no momento em que o Galo está firme na liderança e mostrando foco no que é preciso, jogar futebol. O blogueiro de maneira covarde provoca em todas as suas postagens, tentando desestabilizar nós Atleticanos que somos os maiores frequentadores desse espaço, tenta provocar em nós um retorno arrogante/vaidoso, como os que seu lado costumeiramente expressam.
Não Dalai, não vamos cair nessa armadilha, não seremos arrogantes ao ponto de dizer que já somos campeões, como sempre estamos com os pés firmes, sabendo que temos pequena vantagem, de 5 pontos, com confronto direto a vista, e principalmente sabendo que nada está ganho, é preciso jogar muita bola e vencer todos as dificuldades, tanto as impostas pelos adversários quanto as impostas pela “organizadora” do futebol brasileiro (ontem seu amado VAR deu o ar da graça, fechando os olhos para dois pênaltis claros para o Galo).
Você com sua covardia pode continuar usando suas armas, o cavalo paraguaio e flanelinha lhe garante mais uns dois meses de fala. Caso o Galo venha a ser campeão, qual será sua próxima falácia? As coisas estão cada dia mais difíceis pra vocês.

Só mais um pitaco.
Tentar desmerecer a Libertadores do Galo é mais uma vergonha que você passa, vou repetir, respeite sua biografia. Não vou entrar nessa discussão minúscula de que o Galo venceu por ter havido um apagão no estádio, isso é muito pequeno, mas de pequenez vocês estão cada vez mais entendidos.

Atleticano Chato

E aí, Dalai TRIssegundino, Marcinho é melhor que o Nacho Fernandez?

Manuel Panhame

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Jorge

É que o imponderável ainda não se manifestou nesse caso…

Rei Melo

Dalai , estes escolhidos foram péssimas escolhas. Olha o Tal botafogo, foi a cara do técnico, esconde o time e fica la esperando a sorte .. realmente ele deu sorte e não perdeu. e não melhorou time nenhum.. a serie B só tem time fracos o nível é péssimo ou seja cada hora um sobe e desce. Mas o Cruzeiro conseguiu ser muito pior que a maioria. com péssimas escolhas, péssimos diretores e presidente então nem precisa falar.
Quer ajudar mesmo.. para de achar que temos um timaço , tenta falar mais sobre os canalhas que impedem de algo andar bem no clube.
Te que falar sim… Essa corja se sem vergonha tem que sentir na pele.
Com isso pode ate gerar mais confiança em possíveis e inimagináveis investidores.
Nenhum ser da terra ou do universo vai por dinheiro em um lugar infestado de vagabundo.
Quanto ao time…… precisa falar quem pode ser dispensado ja em novembro? kkkkk
90% do grupo de atletas contratados de 2019 ate os dias atuais. Tchau cambada!

Cassio

bom dia!

Esperto é o Dalai, que criou um filho Atleticano….hauhauhau

Teobaldo

É a evolução da espécie, mistério esse desmistificado no século XVIII por Charles Darwin.

Jorge

Os pais sempre querem o melhor para os filhos…

Cassio

Ele disse na outra coluna que ele é minoria na família,….pelo menos alguém comemora algo né…huahuahua

Jack

Caro Dalai e demais condôminos. Eis que os jogadores do Cruzeiro estão em greve por falta de pagamento de salários! Mas havia ficado acordado que a condição “sine qua non” para a contratação do Luxa era justamente o pagamento de salários em dia. Condição essa imposta pelo próprio e garantida com aporte financeiro do Pedrinho que adiantou cerca de 8 mi. Mas os jogadores alegam até 06 meses de salários atrasados. Como se explica isso? E o Presidente que está fazendo palestra e até agora não se manifestou? Muito bem, eu já disse antes aqui e vou repetir: urge a intervenção interna no clube, de forma a sanear e expurgar aqueles que estão trabalhando contra o clube, em interesses dúbios. Nós torcedores temos que forçar as mudanças porque parece que não há vontade interna pra isso. Temos que invadir a toca e exigir, a toque de caixa, a reabilitação do clube. Em tempo: é muito vergonhoso disputar a série B por três temporadas seguidas mas é muito mais vergonhoso não cumprir suas obrigações com os próprios funcionários e colaboradores. Pela intervenção no clube imediatamente.

Atleticano

Boa!
Vamos invadir a casa da moeda, fazer muito dinheiro, depois invadir a toca e colocar o dinheiro que fizemos na casa da moeda e se tornar o time mais rico do mundo.
“O Fantástico Mundo de Jack”
“La Casa de Papel do Crô”
“Intervenção Popular no Crô”
Ao invés disso, por que não ajuda doando crupix, centavos azuis?… Alguns colegas, fizeram uma campanha e conseguiram arrecadar 26 mil para doação ao clube. Vai dar certo.

Jack

Lá vem a franga com a mesma conversa de galinheiro. Toda vez que desce do pau vem procurando minhoca. O Cruzeirão não sai da cabeça delas.

Mecão das Gerais

“O juiz inglês, Mr. Barrick, veio porque o Atlético, contando com o eterno apoio da FMF, queria impor, imagine, o Cidinho Bola Nossa! O América teve de recorrer à Federação carioca. Vencido na indicação do árbitro, o Atlético tentou, sem êxito, impor Cidinho como bandeirinha. Aos 3 minutos, 1 x 0 América, que chegou a 2 x 0. O Atlético fez 2 x 1, em golaço de Nívio. Mas o América chegou a 3 x 1.

Sabe o que o Atlético fez? Abandonou o campo.”

Gostei de ver, Dalai, está por dentro da história do futebol mineiro, mesmo quando esta não se refere ao Cruzeiro!

Pois é, os simpatizantes do galinho da massa falida choram por este jogo até, hoje! Há 73 anos estão chorando por esta partida… Normal!

E é incrível, né! Com cerca de 3 minutos de partida, o Coelhão já vencia o jogo e quando fez o terceiro gol, os atleticanos apelaram e os simpatizantes alvinegros invadiram o gramado! Que papelão! Um incrível papelão histórico!

E este papelão todo, só porque um famoso árbitro mineiro daquela época, confessadamente atleticano, e com um inusitado apelido de “Bola Nossa”, foi vetado, com toda a razão, de apitar aquela partida. Mas os atleticanos acham que foi injusto, vejam só! Ou seja, o sujeito era confessadamente torcedor do Atlético (ele nunca fez questão de esconder a paixão, muito pelo contrário, ele se orgulhava, basta ler algumas biografias dele na internet!), tinha um apelido de “Bola Nosa”, justamente pela fama de atleticano dele (pesqusem a biografia dele e vejam o motivo pelo qual ele ganhou o apelido!), mas mesmo assim, os atleticanos da época e os atuais se mostraram e se mostram indignados com o fato dele ter sido barrado naquele histórico jogo… Que coisa! Devem mesmo achar que os outros são otários, não há outra explicação!

Só uma perguntinha para os simpatizante atleticanos, vocês aceitariam em uma final de campeonato qualquer, um árbitro que naõ fizesse nenhuma questão de esconder a enorme paixão pelo adversário do Atlético nesta suposta final e que ainda, tivesse um apelido de “Bola Nossa”, ganho justamente pelo fato de ser torcedor do clube adversário do galinho nesta suposta final?

Sei que não é preciso que vocês respondam, não é mesmo? Então não reclamem, porque naquela final daquele já longínquo ano de 1948, o América apenas lutou por seus direitos! E venceu na bola!

Augusto

América ????
Que time é esse ???

Jorge

América ????
Que time é esse ???

Teobaldo

Jura que você não conhece o Coelhinho Pompom, o tal Micróbio Verde? Caramba!!!!

Manuel Panhame

Mecão das Gerais, vc e Dalai oferecendo juntos brilhantes argumentos e dados históricos, amparados ambos no colossal Almanaque do Coelhinho Pompom, discutindo e buscando lançar luz de boite, verde, branca e azulada, sobre os conturbados acontecimentos de 1948, é de patética comicidade. A História é emblemática, ela já prevê esses acontecimentos aprisionados em órbita ininterrupta, os episódios repetidos infinitamente, assim tendo falado muito bem falado o cronista esportivo Atleticano Frederico Nietzsche nas alvinegras páginas que tratam do eterno retorno, vcs dois constituindo e voltando a constituir ad infinitum o guaximim kkkaibbbuloso e seu bastante capanga o micróbio verde, por sua augusta vez o sempre absoluto Clube Atlético Mineiro vindo representado aqui neste blog azul calcinha pela pessoa de Manuel Panhame, Historiador galista que lhes escreve do alto da tabela da série A. Mais não digo nem escrevo, mesmo que me seja solicitado.

Marcilio Vaz

Melequinha é tão grande que perde técnico para time que está para cair para série B.

Manuel Panhame

“Paulo Roberto, vc falô
Cruzeiro treme , quando joga com o Galô”

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk… Só rindo. E eu confesso que estava precisado deste riso de corpo inteiro, expectorante, o jogo de ontem tendo exigido do povo preto e branco nervos em perfeito estado de conservação… Mas eu, historiador sério e disciplinado, necessitei de acréscimo romper com meus princípios, avacalhar com minha retidão de narrador objetivo, e introduzir condimentos literários do tipo adulteração da sequência cronológica e utilização de flash-backs, para chegar logo sem mais demora ao período dos ‘sessenta anos de bullying’ que nós sofremos e dos quais o Dalai nos pediu publicamente perdão. Confesso que já não estava aguentando esperar mais para confrontar aquele período terrível de nossa vida de Atleticanos, período duradouro por demais, sessenta anos não sendo sessenta minutos… Como terá sido? Como pude, pensei, me indignando comigo mesmo, ter sido tão insensível que não consigo me lembrar de período tão terrível? Sou um cruzeiro, segundo palavras dele, meu filósofo de cabeceira… Entendi então de aterrissar logo em algum momento dentro das seis terríveis décadas, escolhi algum momento dos anos 90, período que o guaximim saltitante se azulava de contentamento, tendo já ganho duas copas do brasil, uma com um chute do meio de campo que o ‘goleiro’ do grêmio teve dificuldade de segurar, a outra em disputa com o parmera que lhes esquentou a bunda com uma intensidade tal que nos fez lembrar o ímpeto do Siderúrgica disparando 34 torpedos fiofalmente rebatidos … Cheguei, entrei, Mineirão lotado, a Massa entoando o Hino, eu, simplório, pensando: “Vou presenciar in loco parte deste calvário.” Aconteceu no entanto, que o MAIOR CLUBE BRASILEIRO DO SÉCULO XX, que já se encontrava quase terminando, ainda não tinha ganho um Brasileiro… Do lado dos pretos e dos brancos vinha o provocativo cântico … “O Cruzeiro tem cinco estrelas, cinco estrelas ele tem. Mas falta uma amarelinha… Quem sabe no ano que vem?” … Uai. Mas não é que o bullying, pela segunda vez, é nosso?! O jogo começou e a maioria do estádio, assistindo às peripécias de Marques e Valdir, cantava a plenos pulmões “Vou festejar, vou festejar o seu sofrer, o seu penar… ”
Uai! Quem festeja está sendo bulinado? Como pode isto? Mas o Dalai falou em bullying azul calcinha sexagenário… Cadê esse bullying?! Eles já eram campeões da libertas, mas quem manda aqui em Minas é, sempre foi o Galo… Marques para Valdir, furor na Massa, mais cânticos e mais cânticos… O povo azulado diminuído e descontente, saindo do estádio sob vaias… Contabilizei comigo: mesmo em um dos períodos mais propícios, nós mandamos e comandamos: Bi da Comembol, CAMpeões do Centenário de BH (nós que já tínhamos sido campeões do CINQUENTÃO DE 47), couro comendo no lombo aqui e ali… Poucos títulos vieram, o tempo era nublado, mas os mais importantes e emblemáticos foram endereçados a Lourdes: o último CAMpeão do Século XX, o primeiro CAMpeão dos anos DOIS MILl, ou seja, como sempre os marcos sendo fixados por nós… Mesmo em tempo de vacas magras. E eu pensava e ria dos sessenta anos do Dalai, ou seja, nosso sofrimento ininterrupto tendo começado em 61… Falou e nos pediu perdão. Não encontrei o bullying, mas continuei refletindo: “Daqui a mais ou menos vinte anos vão viajar com passagem apenas de ida para os confins da Segunda Divisão… kkkkkkkkkkkkkkkkkk … È bom demais ser historiador. A gente ganha pouco mas se diverte… kkkkkkkkkkkkkk… E ainda falam em bullying de sessenta anos? Ora, Dalai, mais respeito para com os números. Eu, péssimo em matemática, sempre os respeitei. Gosto de brincar com as palavras, com os números não… MAIOR CLUBE BRASILEIRO DO SÉCULO XX … Sem jamais ter sido campeão do mundo, numa terra cheia deles… KKKKKKKKKKKKKkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Agora preciso parar de rir. Nem só de chacota deve viver este blog. Tem que haver espaço pra assunto sério, pra coisa elevada… Enquanto a gente fica aqui, rindo infantilmente, precisamos intervalar e reconhecer depressa que um Presidente, com P maiúsculo, dirigente de Agremiação sanada e modelar, simplesmente o MAIOR CLUBE BRASILEIRO DO SÉCULO XX, se encontra no Velho Mundo, berço da civilização e cultura ocidentais, compartilhando conhecimento e experiência, impregnando os europeus de seu finíssimo know-how de gestor da mais poderosa e bem sucedida empresa esportiva das três Américas. Verdade que se encontra, segundo fontes especializadas, em território português neste momento, o que não é ainda a Europa propriamente dita, mas de lá é perto, precisamos reverenciar… Palmas e mais palmas. O Presida do Gel. O Boi Lambeu. É ele. O Cara. E vcs, Atleticanos, precisam engolir mais essa: é bullying que não acaba mais. Sessenta anos.
#Segueovicelider

Marcelo

O BBBruzeirin entrou em greve, garante que de maneira alguma irá disputar a série A em 2022!!!
Kkkkkkk

Laner de Lucena Murad

Caro Dalai cada vez que aqui aporto meus dizeres, fico na esperança de poder falar do fundo do coração sobre este amor incondicional pelo maior de Minas mas o que temos pra hoje: greve dos jogadores. Fica difícil exaltar que finalmente temos um time, temos um treinador diferenciado com status de “santo” pelo milagre realizado com este limitadíssimo elenco, mas vamos falar mais uma vez sobre crise no cabuloso. Um presidente que realmente vive em um sistema solar diferente do nosso e está em terras portuguesas a palestrar sobre administração do futebol? Ora pois somente nossos compatriotas lusos para achar que este indivíduo entende alguma coisa sobre administração. Triste, já a quase cinquenta anos tenho acompanhado o Cruzeiro em suas glórias e conquistas, várias vezes deixando a família de lado para estar com o cabuloso, ver a situação chegar a este ponto é triste demais meu caro. Enquanto sangramos este imbecil SSR acha que tudo é normal. Normal? Funcionários passando fome? Jogadores insatisfeitos e furiosos? Torcida revoltada? Normal seria se você SSR estivesse a presidir um Guarani ou um Tupi mas aqui é Cruzeiro e este nome merece respeito. Espero em nome de toda nação que algo mude e este abobado SSR encontre outro caminho que não seja o nosso…

Teobaldo

A solução é bloquear o pagamento dos salários daqueles mercenários.

Jack

Meu caro companheiro. Eu acho que a nossa torcida precisa intervir. De dentro daquela administração não sairá nada que preste. Tem quase dois anos e eles não deram uma dentro. Já estou me questionando se é por incompetência ou não. Eu proponho comparecer à Toca e mostrar o nosso apoio aos jogadores e funcionários e exigir a troca da presidência imediatamente.

Laner de Lucena Murad

Se fosse só incompetência caro companheiro tudo bem, mas a continuar assim vamos amargar mais dois, três sei lá quanto tempo na B. É preciso mudança, compromisso,seriedade e principalmente que nós torcedores apaixonados deste que é e sempre será o maior de Minas, apesar do esperneio das frangotas, estejamos presentes e atuantes para que algo mude. Senão meu caro nosso futuro será obscuro e continuará entregues nas mãos deste debilóide do SSR. Que Deus nos livre disso…

Atleticano

“deste que é e sempre será o maior de Minas”
Depois reclamam dos títulos de vaidosos e arrogantes.
Fazer o que?

Marcilio Vaz

O problema da arrogância é essa aí, causa cegueira, não deixa a pessoa enxergar além do proprio umbigo.

Jack

Se reconhecer o óbvio for arrogância nós somos arrogantes sim senhor. Quem não sabe que somos o maior clube de minas? Só vcs cacarejantes não querem enxergar. Tbm franga só tem visão periférica mesmo. Nosso momento é sim péssimo, nossa diretoria falhou de novo e muitos outros problemas, mas nós vamos sair dessa e a torcida é peça fundamental. Vc torce pra algum time ou só torce contra o Cruzeirão?

Marcilio Vaz

Lá vem a Maria com seu espírito de grandeza, a arrogância não está nos títulos, a arrogância está em achar que nem Deus derruba o BBruzeiro para série B, a arrogância está em não aceitar o Botafogo em segundo e vcs não, a arrogância estar em se achar e não ser, entendeu Maria? Não né pq vc é Maria e não tem nem a visão periferia é cego mesmo. Enquanto a torcer contra o BBruzeiro está enganado igual se enganou do Rei Melo, mas Maria não enxerga….

Marcilio Vaz

Vovô já dizia “quando conquistar algo abra um bom vinho, não abra a boca!”

Jack

Me perdoe a descrença nas suas palavras poluídas com ódio, inveja e rancor. De onde tirou tanta asneira? É muita inveja mesmo. Somente o fato de vc estar aqui falando do Maior de Minas mostra o tamanho do clube. Ninguém fala do patético. Ou devo dizer monotitulo? Nessas paisagens alterosas quem manda é o Cruzeirão. Apesar do nosso momento terrível somos muito maior que qualquer clube em Minas. As finanças podem ser acertadas, precisando apenas de competência administrativa. Ganhar os títulos que ganhamos precisa bem mais que isso. Quer a prova? Se ganharem tudo que resta na temporada ainda assim estarão longe do Maior de Minas. Sem falar que têm dívida maior e dependem da ajuda externa. Gastou mais e ganhou menos, bem menos. Se ainda não entendeu deixa pra lá, nem sei se existem neurônios em cérebro de franga.

Pedro Freire

Time que fica 3 anos seguidos na série B, não da pra ser chamado nem de mediano, amigão!
É time pequeno mesmo.

Jack

E quanto a time que além de ter ido na B por uma temporada apenas não conseguiu em mais de 100 anos ganhar um mísero bi campeonato nacional? Que dirá internacional? Esse é o que? Microscópico? Atômico? Quântico? O Bóson mineiro?

Rodrigo Valú

Sabem qual é o maior campeão da libertadores? Ele é o maior clube da América do Sul? Não. Nem do país dele é. Pois é. Fica a dica.

Jack

Sei. Na Argentina ele é chamado de Rei de Copas. Eles nunca falaram que eram o maior clube da América Latina, nem do seu país. Mas sempre falaram que eram o maior campeão da libertadores. Mas o Boca e o River têm mais títulos nacionais. O seu exemplo não procede. Vcs têm mais títulos nacionais? Internacionais ? Ah bom, vcs têm mais campeonatos mineiros né? Parabéns. Cada um com o que merece.

Rodrigo Valu

O que quis dizer é que mesmo com os títulos, o time pode se definhar e se tornar apenas um coadjuvante. Como disse, é apenas uma dica.

Galo Doido New York

Parece que o Benecy voltou a ativa. Quatro pênaltis a favor do Galo e o juiz não deu nenhum. O colunista diz que somos donos do VAR e dos juizes.!!!! Imaginem se não fôssemos.

Os bbruzeirenses se misturaram com os porcos para secar o Galo na libertadores, agora se juntam aos urubus. Ta feio a coisa pra eles, que mistureba heim????

Sr. blogueiro, a IFFHS informa que não se premia sétimo colocado (a exceção é o Gaylord Foker, assista o filme Meet the Fokers) e a FIFA informa que o Melhor time do século é o Real Madrid. ( reclamações somente ao Papa )

Mais um ano casado com DONA SEGUNDONA e agora os perebas estão em greve. Nem virou SAF-adeza ainda e os colaboradores pararam. Tem muito poço antes de chegarem ao fundo???

Algum condômino disse aqui que quando a SAF-adeza tiver a pleno vapor, o sujeito vai investir 1 Milhão para ja no primeiro dia passar a dever 2 Milhões. Parece que a SAF-adeza serve bem a quem deve muito. Que tem patrimônio e não deve não quer virar SAF-adeza. (porque não, alguém sabe???)

Jack

Bem amigos azul celestes, eis que o presidente volta e solta uma nota para se posicionar sobre a greve justa dos jogadores. Junte-se a isso a informação de que ele tentou empréstimo junto a alguns empresários, sendo rechaçado por falta de garantias. O clube é hoje um mal pagador, talvez o maior mal pagador nacional. Parece que haverá nova tentativa na próxima semana mas, se houver êxito será exclusivamente por boa vontade dos empresários cruzeirenses. Essa é a nossa verdade de momento. A nova lei de SAF parece ser a melhor saída para o clube conseguir arrecadar dinheiro para se recuperar financeiramente. Eu me convenço mais disso a cada momento que leio comentários oriundos do galinheiro contendo pesadas críticas à SAF. SE ELES NÃO GOSTAM DA SAF PROVAVELMENTE ELA É BOA PRA NÓS. Por outro lado nós torcedores precisamos nos posicionar de maneira a ajudar e tbm exigir melhor desempenho da diretoria nos vários aspectos determinantes que culminaram para o não êxito nas duas últimas temporadas. Gastamos mais do que os outros clubes que subiram e nem sequer figuramos no grupo de acesso, apostas erradas e etc. É imperioso o engajamento dos torcedores nesse momento sombrio pelo qual passamos. Nunca deixaremos de ser o maior de minas. Mesmo estando fora da elite por três anos consecutivos ninguém consegue encostar nas nossas conquistas.

Marcilio Vaz

A visão do arrogante, se meu inimigo acha ruim é ótimo para mim! Cego vc né! Se a SAF ajuda o BBruzeiro agora é claro que pode ajudar vários times no futuro, mas o cegueira não enxerga né! O futebol p vc deve ser mais importante que tudo na vida, sabe o valor q uma empresa paga de imposto? É muito mais q a SAF vai pagar, é justo isso? Na sua visão sim né Maria! Mas na visão de quem tem uma padaria, um açougue ou qualquer outro negócio que mantém a própria família não, acorda Maricota o mundo não gira em torno do BBruzeiro, existe algo mais além do seu time o. A arrogância…

Jack

Cara franga malcriada, vamos por partes, como diria o meu xará. Primeiro não considero ninguém aqui como meu inimigo. Temos opiniões diferentes e as defendemos dentro da melhor compostura possível. Segundo, eu gosto de futebol sim, “é a coisa mais importante entre as menos importantes da vida”. Mas eu sou cruzeirense e estou aqui debatendo o Cruzeirão . Já vc não é. Então pra vc estar aqui no seu final de semana falando de um clube pelo qual vc não torce significa que futebol é ainda mais importante pra vc não é mesmo? (Será que tem algum sentimento enrustido? Tipo bullying sofrido, inveja ou coisa do tipo? Será? ). Terceiro, estamos falando de futebol, não de padaria, açougue, galinheiro e etc. Repito: estamos falando de futebol! Qto a impostos não é nenhuma novidade clubes esportivos pagarem menos impostos ao redor do mundo. Nos EUA por exemplo em alguns estados pagam quase nada. Pra finalizar, estou ainda mais convencido de que essa SAF é o melhor negócio pro Cruzeirão porque as frangas já estão se desesperando e arrancando as penas da croaca. “Arrogância, Arrogância, Arrogância. ……..”. Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Marcio

Professor Dalai, boa noite. Meus respeitos, extensivo a todos os demais. Vou tentar encerrar, pelo menos de minha parte, esta “aborrecência” de: arrogância Cruzeirense e humildade atleticana. Não sem antes dizer que li recentemente que o Hulk tem um avião de 15 milhões (com salários em dia, etc). Não bastasse essa “pujança” humilde cantada em verso e prosa, li também que o avião do Menin que foi buscar o Diego “é 20 vezes” mais caro que o do Hulk. Pobre Sr Menin. Dinheiro de sobra, o Clube Atlético o Mineiro tem dinheiro. Tem muito, muito, muito dinheiro. Aliás, perdão o $lube $$lético $$$eiro está com um time muito $ompetitivo, tem um $$$nico $$$petente. Está prestes a ser $$-$$$$$$$ brasileiro. Parabéns. Ah, problema meu, inveja pura, e dos cruzeirenses em geral, que não temos jogadores que tem avião. Aliás, o Neymar tem helicóptero, o Menin deve ter um 20 vezes mais caro. Vão dizer “ahahaha o bbruzeiro não paga as contas”, “ahahaha o bbruzeiro tem jogadores em greve por falta de salários”. Huuummm, chato isso, mas, verdade. Ah, tem aquela ótima, hilária: “o bbruzeiro não sóbis, kkkkkk” (claro, ele não tem um avião). Ah, por favor, credo, não estamos nos fazendo de coitadinhos.
Mudando de assunto. Este é o pior presidente gestor que anteriores. Um, ao contrário do que dizem, foi ótimo, a meu humilde ver. Fez o Cruzeiro trabalhar (e ganhar) alavancado, usando capital de terceiros e capital próprio (menos). Pareceu-me que o Cruzeiro conseguiu adequada estrutura de capital. Penso eu que o administrador financeiro era bom. Claro, Cruzeiro alavancado, tratava-se de pagar o serviço da dívida.
O seguinte, me pareceu absolutamente alienado. Sequer honrou o pagamento do serviço da dívida. Louco, Parvo, Abestalhado.
Mas olha, já o presidente atual tinha todas as informações disponíveis. Como o Sr já disse, “a roupa suja foi lavada na Praça 7”. Logo, este senhor detinha todas as variáveis, parâmetros e indicadores relativamente ao Cruzeiro presente. E, mostrou-se absurdamente, até numa perspectiva de qualquer analfabeto administrativo, incapaz. Como pode, um administrador (aliás, peço licença aos administradores para usar este termo relacionado a este Sr), com todas as informações disponíveis (e na mesa), abusar tão grotesca e violentamente do improviso? Como alguém consegue ser tão destrutivamente inferior. Ora, e aí? Iluminar para a frente e não para trás, como o Sr diz. Como? Este Sr não enxerga. Ponto.
Prof Dalai, me permita uma última ousadia. Tirando os campeonatos mineiros (não os desprezo), muitos (senão todos) títulos do nosso Curriculum tiveram a participação do $lube $$lético $$$eiro como adversário. Fico muito orgulhoso (esportivamente) disso. Odiaria um título do Cruzeiro sem que tivesse enfrentado adversários de destaque. Já pensou, colocar o Usain Bolt para correr sem adversários? Credo.
Lá vai o presidente pedir favor a empresários. Eca! Improvisador. Reativo. Limitado.

Jack

Como diria o Luciano Huck:”Loucura, Loucura. Loucura “. E ainda o Skank: “Eis que um tipo parro vem falar na minha orelha “. Vc disse (descontado o floreamento carnavalesco) que o patético tem $$$$? Que o Menin e o Hulk tem avião? Que o patético está pra ganhar um campeonato? Muito legal, mas se esqueceu de dizer: o patético tem a maior dívida do futebol brasileiro (se bem que o pessoal do Corinthians não divulga a dívida do seu estádio), que os aviões citados não tem nada a ver com o patrimônio do galinheiro, que mesmo ganhando o Campeonato Brasileiro, terão a metade dos nossos. Peraí, como pode um time em grave situação financeira ser maior vencedor do que um time milionário? Como se explica isso? Será que foi o Wright? O Cidinho Bola nossa? Aliens? Sei lá, vá entender!

Marcio

Jack, prezado, devo ter me expressado mal pois, por limitação minha (claro!), nao entendi sua resposta.

Marcilio Vaz

Não se esquenta Márcio é um celebro de ameba que não consegui entender a suas ironias, e que vc pouco se importa com o Galo, que se preocupa com o BBruzeiro. Esse é tão celebro de ameba que acha que todos aqui são Galo zoando o BBruzeiro, te garanto que ele acha que vc é Galo.

Luiz

Não vejo a hora de legalizar o Cruzeiro empresa. Vou vender meu apartamento e investir metade no cabuloso. Retorno na certa. Vou ficar rico. Tenho certeza que vários bilionários também estão de olho nesta oportunidade de negócio de lucro certo, sem erro. Uma instituição em ordem, tudo transparente, sem pendências na justiça, negócios promissores engatilhada. Duvido q tem alguma oportunidade melhor no futebol brasileiro. Um sonho.

VANTUIL JOSE IZIDORO

Uai cumade ta sumida,ta de greve?

AUDREY DE OLIVEIRA RAMOS

Seis meses trabalhando de graça. Esses são os verdadeiros torcedores. China azul não vale 1,99.