TAÇA DO CINQUENTA: ESTAMOS NELA TAMBÉM!

  • por em 6 de dezembro de 2021

Divulgação/Lucas Figueiredo / CBF

O Imponderável F.C., quem diria, ataca até na confecção de taças de campeonatos. O justo e merecido troféu conquistado pelo Atlético na batalha baiana de quinta-feira e recebido ontem,  ao invés de ser nomeado pelo ano, como se faz sempre – Campeão Brasileiro de 2021 – traz inovação mística e ganha nome exclusivo. É a “CINQUENTA”, homenageando meio século de criação da nova modalidade de disputa nacional de futebol, em 1971, coincidentemente vencida pelo Atlético, Telê Santana o treinador.

Aí entra a conspiração do Universo abrindo dois olhares antagônicos sobre a mesma taça.  Seja porque Telê firmou com Nossa Senhora uma promessa que não pagou, ou seja porque lá pelos lados do Barro Preto florescia a revolucionária administração Felício Brandi, um abismo começou a separar os dois Clubes. Passamos a ganhar tudo, enquanto o Atlético perdia tudo, exceção do campeonato mineiro onde o apito, muitas vezes, dava aquela mãozinha salvadora, hoje sofisticada pelo VAR. Nas arquibancadas azuis ressoava o mantra sinistro – “não ganha nada, time sofredor…”

Durou meio século, este “bullying” terrível: no Brasil, o Cruzeiro tornou-se o melhor clube fora do privilegiado eixo Rio-São Paulo. Nas Américas recebeu o codinome de “La Bestia”, enquanto o Atlético, fora a fase auspiciosa, mas curta, de Reinaldo e Cerezo, comia o pão que nem o diabo amassou.

Foi necessária a conjugação de uma tragédia administrativa – o tsunami Wagner/Itair – com uma calamidade mundial – o Coronavirus – para levar o Cruzeiro à lona, enquanto o Atlético, bafejado por ventos exatamente contrários, ressurgisse nadando em dinheiro. A diferença abissal continua só que os Clubes trocaram de lado nestes últimos dois anos. Um no fundo do poço, outro em céu de brigadeiro.

É neste instante que o Atlético finalmente conquista o sonho de meio centenário, tornando-se bicampeão brasileiro. Porém a taça atrai – e trái –  uma visão sub linar do fato ao se intitular “CINQUENTA”, acolhendo o DNA do “bullying” histórico a que foram submetidos nessa travessia de deserto.

Cruzeirense, olhe com atenção o troféu atleticano.

Sinta-se representado.

BATE PAPO NO QUINTAL

1. Atlético: sai o 13 e entra o 5! Após o jogo contra o Bahia, coroando uma campanha de êxito incontestável, o número cabalístico do Clube não pode mais ser o 13, porque o 5 e sua família entraram na raiz de tudo. Pra coroar, o time gastou 5 minutos na virada e garantir a taça que se chama 50. 55 mil por dia é o salário de Huck, um dos principais jogadores do elenco montado ao custo de 500 milhões de reais; 5 foi o número de gols feitos no jogo histórico em Salvador. 5 foram os jogos “entregues” pelo Flamengo, com reservas em campo, atirando ao lixo 15 pontos.  E, a se conservar a toada, de 50 anos será a espera para o tri.

2. Nobel de Ineficiência Administrativa – Mesmo nessa fase horrível, tendo de vender almoço pra comprar janta, o Cruzeiro se dá ao luxo de recusar o recebimento das mensalidades. Vários associados têm reclamado, neste QUINTAL, da dificuldade invencível que tem sido receber e pagar boletos do Clube. Que não temos um primor de administração, estamos cansados de saber e sofrer. Mas criarem-se barreiras pra dificultar distribuição e pagamento de boletos é coisa pra entrar no Guinness.

3. Augusto, escrevendo antes da conquista do título, confessa:

“Aconteça o que acontecer, eu não consigo parar de rir desde 08.12.2019. ”

Foi quando caímos para a Série B. Era tão profunda a mágoa atleticana, pelo meio século de bullying, que gostaria de fazer uma pesquisa com a turma de Vespasiano: No início do ano, devendo escolher uma opção, você preferiria o Atlético campeão brasileiro ou o Cruzeiro na Série B?

Meu caro Augusto, este vírus do “não parar de rir” que você espalhou no QUINTAL e contaminou até o Jorge, tem muito a ver com a coluna de hoje.

4. Cruzeiro sim! reclama que o blogueiro ajuda pouco, pra não dizer nada, quanto à ideia do Clube Empresa. Tem razão. Às dificuldades pela não especialização sobre o tema, junta-se a falta de informações confiáveis e a necessária confidencialidade de alguns itens, resultando em muita insegurança pra todos que acompanhamos de fora. Por isso o título da última coluna – “Que Deus nos ajude! ”  O grande dilema é que SAF implica na venda do “patrimônio comercial” do Cruzeiro, com ênfase para o valor da marca e, neste momento, por mil razões, entre elas essa dúbia administração, estamos com preço baixo. Em outras palavras, o ideal para um Clube transformar-se em SAF seria quando estivesse bem na tabela e na contabilidade. Só que não estamos em condições de escolher esse momento.

5. José Antônio faz coro com outros atleticanos para desidratar a massa azul de 60 mil no Mineirão. Onde estavam esses torcedores, em 2020, quando o Cruzeiro foi eliminado da Copa do Brasil, pelo CRB, com apenas 13 mil pagantes?

Meu caro José Antônio, não comparecer é também uma forma de protesto. Às vezes as coisas estão de tal modo erradas, dentro do Clube, que o torcedor prefere mandar seu recado, com a ausência.

6. Bernard José de Assis se diz “muito feliz” com o “imenso interesse” do blogueiro “por esta reta final do Galão da massa”.

Não posso negar evidência: o momento é do Atlético. Chegaria ao título pelos méritos próprios, sem dúvida. Mas recebeu valiosa colaboração do Flamengo e do VAR. Para atleticanos de “paladar” refinado, o Chopp fica meio aguado.

7. Wilson acha que “não adianta nada” vender ou permutar o terreno do Barro Preto, em razão da dívida muito elevada.

Não se esqueça, Wilson, que esse seria Plano B. Uma alternativa, caso não se consiga implementar a SAF em condições minimamente favoráveis ao Cruzeiro.

8. Afonso Lemos, com o apoio de Marcos.mineiro, questiona o blogueiro: “porque dar voz a lazarentos de títulos e de história”?

Meus caros Afonso e Marcos, segundo Maquiavel, “inimigos” devem ser mantidos por perto. Fica mais fácil de vigiar.

9. Saulo Antônio Melo Siqueira bate forte:

“Dalai, você deveria escrever nesta horrorosa e mal escrita coluna, que você denominou de Quintal, sobre times concorrentes da Série B, e não sobre o legítimo campeão brasileiro. Deixe de ser ridículo e vá falar de Náutico, Sampaio Corrêa, Londrina…” 

Saulo, até tentei silenciar sobre a taça, mas quando vi o nome dela, não resisti e nasceu a coluna de hoje.

10. Luiz Antônio Lopes Barcelos reproduz corajosa e louvável declaração do presidente do Atlético, Sérgio Coelho: “Se não fossem os mecenas estaríamos na Série B”.  O investimento pra “comprar” o bicampeonato foi de 500 milhões de reais. Bragantino, Cuiabá, Chapecoense… se os mecenas estivessem em qualquer deles, com as mesmas mãos e mesmas bolsas abertas, o time seria campeão.

11. Jorge voltou festejando com Beth Carvalho e ouvindo o cachorro da Anitta gritar: “O Galo Ganhô”. Muita felicidade no ar. Compensa um pouco, o meio século de “bullying” e aqueles minutos cruéis de Bahia 2×0, quando o tropel do cavalo paraguaio ensurdecia ouvidos atleticanos.

Encerra com chave de ouro, reproduzindo o “Decálogo pra Enganar Iludido”.  Começa com o Advogado – “Esse processo é causa ganha”. Termina com o Cruzeiro – “Ano que vem a gente sobe…”

Meu caro Jorge, entramos nesse Decálogo há dois anos, apenas. A “mentirinha” de vocês tem quase cem e está  até no hino – “Nós somos Campeões do Gelo”…

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments

Subscribe
Notify of
guest
79 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcilio Vaz

História mal contada essa sua Dalai! Bom dia. BBBruzeiro passou a ganhar tudo? O primeiro título brasileiro do BBBruzeiro se não me engano foi em 2003 saindo de um fila de 32 anos. 32 anos de bullying sofreram foram vocês, sem brasileiro. No mais libertadores da década de 70 e 80 tinha muito menos importância que os regionais.
Essa taça comemorativa de 50 anos é um tiro no pé que a CBF deu, afinal tem time aí que comemora título brasileiro antes disso. Esperamos a CBF explicar essa confusão!

Marcilio Vaz

Os. Dalai se você for bem de previsões igual seu filho Fernando podemos ficar despreocupados com relação ao tri.
O Cuca vai pagar a promessa feita por Tele, estaremos com nossas dividas divinas pagas,quero ver como o BBBruzeiro vai pagar o pai de santo, sem dinheiro, e as últimas notícias que temos sobre ele é que faleceu, aí deu ruim demais né!

Domingos de Oliveira

82 anos

José Antonio

Bom dia Sr. Dalai,
parece que a única coisa que sobrou pra os cruzeirenses é falar do Galo… mas isso é normal já que o mundo inteiro está falando…. Ficam repetindo esse mantra de “ganharam tudo” pra ver se cola…. De 1971 , quando foi criado o verdadeiro campeonato brasileiro de futebol, até 2001 quantos títulos do campeonato brasileiro seu time ganhou??? São trinta anos, Sr. Dalai!!!!! Onde estava o time que ganhou tudo????
E continua a insistência em querer promover a torcida “que só vai na boa”, agora com o mantra de que “não comparecer é uma forma de protesto”, quer dizer na visão deles quando o time precisa de apoio eles não vão “como forma de protesto, agora quando o jogo não vale nada eles vão pra mostrar apoio…. Vai entender essa gente!!!!

José Antonio

Atualizando o mantra do time “que ganhou tudo”…. São 25 anos sem conquistar um torneio internacional….

Renato Pereira

Se a taça de campeão brasileiro tem 50 anos, como tem time por ai que se diz campeão brasileiro antes disso ?
São tudo, menos campeão brasileiro!

Dorival Cunha

Conhece o google ? Então faça uma pesquisa e veja os nomes dos campeonatos brasileiros desde 59 (inclusive o de 66 tinha 22 clubes e em 71 20 clubes disputando). Taça Brasil, Taça Robeto Gomes Pedrosa, Copa Brasil, Taça de ouro, Copa União, Copa João Havelange e outros. E nem o seu time é BI, pois campeonato de pontos corridos começou em 2003, ou seja, outro tipo de campeonato nacional. Portanto, SEU TIME NÃO TEM BI !!
Obs.: Liga pro Pelé e informa pra ele que nunca foi campeão brasileiro.

Marcilio Vaz

Tá certo maria então a CBF errou a taça né, não são cinquenta anos, certo? Outra coisa me explica aí como o Palmeiras tem dois títulos desse aí no mesmo ano em 1967.

Rodrigo Valu

Mimimi lembra BBB.

José Antonio

Mas alguns times só disputavam alguns jogos, entravam em fases finais do torneio… O seu time, por exemplo jogou contra Americano, Grêmio, Fluminense e Santos… Já o Santos entrou diretamente na semi final , jogando contra Náutico e o seu time…. Em 1967, como campeão do ano anterior, o seu time também entrou diretamente na semi final e foi eliminado pelo Náutico que depois perdeu pro Palmeiras que foi o campeão… Esse é o torneio que querem equiparar ao campeonato brasileiro, criado a partir de 1971… Só pode ser piada!!!!!

Joao de Deus Filho

Bom dia.
Que beleza, começar o dia vendo uma coluna de um cruzeirense falando exclusivamente do Galo.
Existe um ditado que diz: falem mal, mas falem de mim.
Nesse momento, não existe no Universo, nenhum atleticano que se recorde que ficamos 50 anos sem ganhar o Brasileiro.
O passado, passou.
Prá nós, o que importa é o hoje, o futuro.
Lembro que existe um clube que foi fundado em 1921 e só conseguiu ganhar seu primeiro Brasileiro em 2003. Foram apenas 82 anos de espera, o que nos deu força prá também ter paciencia e esperar.
E se alguém disser que foram campeões em 1966, eu digo que a própria CBF está comemorando os 50 anos do Brasileirão.
Ou seja, ela reconhece que o ‘titulo”de 1966 foi apenas uma jogada política com fins nada claros e que era apenas um torneio onde jogava apenas clubes de 4 estados, com 8 jogos. Nada tinha de campeonato brasileiro.
Enfim, a CBF reconhece que antes de 1971 não houve nunca campeonato brasileiro.
Se ficarem bravos, vão discutir com ela.
Lembro que dia 15 pode vir mais uma taça pro Galo.
Então, já prevejo outra coluna falando exclusivamente sobre o Galo.
Queria desejar um ótimo dia a todos.
Falar nisso, e o Galo?
O Galo Ganhô.

Rodrigo Valu

CBF considerou alguns torneios como títulos nacionais. Palmeiras ganhou dois em 67, como pode né!?
Tem muita coisa obscura por trás disso. Mas brasileirão mesmo é só a partir de 71. O restante foi por fax.

José Antonio

O Palmeiras foi bicampeão em um ano só, ahahahhahahahahahhahahahaha Esses são os torneios que consideraram com “campeonatos brasileiros”, pra assinar com a Globo…. São os tais “títulos por fax”….

Dorival Cunha

kkkkk. O que importa é o futuro … kkkkkk. Maior chacota nacional e o clube de maior zoeira no mundo, ganhando inclusive do IBIS e AFOGADOS … kkkkkk.
https://esportes.yahoo.com/noticias/evg-ftb-time-mais-zoado-do-mundo-230940625-231500436.html

Cassio de Oliveira

3 anos sofrendo na série B e não adiantou nada. O bug cerebral não conserta.

Augusto

Bom dia a todos, os de segunda-feira e os de SEGUNDA também

De acordo com recentes pesquisas no campo da psicologia, faz muito mal ficar batendo numa tecla de um assunto que nos desagrada, seja ele de trabalho, de amor, ou mesmo de futebol.
Portanto, a nível de sugestão, achamos que o nosso prezado Dalai devia manter o nome dessa sua coluna, mas mudar o foco.
Passaria a ser Quintal do Dalai, mas com outros temas, tais como :
1 – Balé
2 – Técnicas de plantio de hortifrutigranjeiros
3 – Música Clássica
4 – Jogos de Azar (menos os do kkkkbbbuloso)
5 – Técnicas de Persistência (só não pode comentar a persistente permanência do kkkbbbuloso na série B)
Dessa forma, você ganharia duas vezes :
Afastaria os torcedores do galo paraguaio, aquele que não ganha nada, e que ficou 100 anos sendo massacrado pelo kkkbbbuloso, e esqueceria, pelo menos momentaneamente do sofrimento de se manter três anos seguidas na série B.
Pense nisso, meu prezado.
Pode valer a pena.
Viva 08/12/2019, dia mais que abençoado !

Teobaldo

Se o projeto da SAFadeza se concretizar, ou seja, “só colocar dinheiro se for em troca de 51% e e ficar com tudo pra mim”, só vai sobrar para o Dalai e demais associados e Conselheiros a organização dos torneios de bocha, peteca, truco, porrinha, jogo de damas, bingo e cuspe à distância.

A história não mente, jamais vai mudar!

Piada mesmo são os atleticanos levando cartaz de falecidos que esperaram 30, 40, 50 anos e morreram sem ver o time ganhar um bi campeonato. Um time que se diz grande, não pode levar tanto tempo para fazer um feito básico esperado dos grandes, que é ganhar algo por duas ou mais vezes sem precisar levar tanto tempo. Deve ter sido uma vida sofrida, torcendo pra tudo quanto é time que jogava contra o rival e vendo o rival ganhar. Enquanto isso passando raiva com o patético mineiro. Daí quando tem a chance de serem um pouco feliz não dá, pois já morreram de tanto esperar…Morreram amargando a falta de um bi.. hahahahaha

Bruno da Silva

Não é qualquer um que entende a mensagem do que foi passado neste ato, que por sinal elogiado por todas as emissoras de TV, radios e programas que acompanharam este grande feito. Agora para os meldicres, ignorantes, invejosos e insensiveis, basta ruminar e relinchar bobagens. Fica TITE não segundino, Fica TITE não kkkk Ano que vem tem mais, e vamos estar aqui novamente para aplaudir o TETRA kkkkkkkk

O Titanic afundou…..glub,glub,glub,glub
0 de 1912 não pôde ser resgatado;
O de 8/12/2019 (dia abençoado) só poderá ser resgatado quando pagarem o pai de santo, que dizem, já morreu e rogou praga :
O Cabuloso só sobe outra vez o dia em que nascer dentes no Galo Paraguaio.

José Antonio

A história não mente, jamais vai mudar!!!! “um time que se diz grande” não disputa por TRÊS ANOS CONSECUTIVOS a SEGUNDA DIVISÃO….

Leonardo Mello

Mais engraçado ainda e ver um bando de mortos vivos assistindo a um jogo de dois defuntos do futebol no último jogo no Mineirão.

Rodrigo Valu

Defuntos jogando a série A? E um deles sendo campeão? Como devemos chamar os times da série B? E aquele que está 3 anos seguidos na B? Seria múmia?

Chora mais alto pq do topo não da pra ouvir.

Leonardo Mello

Rodrigo, ótimo dia
Acho que você na entendeu, eu respondia a um Bbbruzeirenze criticando aos atleticanos que homenagearam seus entes queridos no último jogo, quando me refiro a mortos vivos são os simpatizante bbbruzeiro que foram ao mineirão torcer para um jogo de dois times mortos Bbbruzeiro e Naútico.

Ricardo Braga

A arrogância da mariada nunca acaba, mas o tempo e a história são implacáveis, eternos fregueses em MG, e agora no seu devido lugar na série B, pois não passam de chacota e vergonha para nosso estado, ninguém respeita esse clubinho, e uma pequena minoria ainda tenta colocar esse pequeno time nas alturas, nunca foram e nunca serão nem um por cento do que é o Galo, aliás nós estamos em festa e semana que vem teremos mais um título para comemorar, enquanto isso o tri da série B continua firme e com certeza muitos anos por lá ficarão, pois é o lugar dos medíocres.

Jamicel

Parabéns aos de Lourdes!

Alcançaram o Bahia e o Botafogo!

GIGANTES ENTRE OS médios!

Leonardo Mello

Vindo de quem agora tem como referência jogos com CSA, Sampaio Corrêa, Londrina, entre outros. “Gigante Anão” Bbbruzeiro, gigante na arrogância e anão no futebol.

Jorge

Respeita os anões! Micróbio ficaria mais correto.

Leonardo Mello

Ok Jorge, corrigindo “gigante micróbio” gigante na arrogância e micróbio no futebol.

Augusto

Tá tisti?
Fica não, que vai piorar.

Jorge

Essa é a única certeza que o bbbruzeirense tem: vai piorar.

Terrível, terrível, terrível!

Rodrigo Valu

Esses médios são da Série A.

José Antonio

O Botafogo caiu e subiu no ano seguinte… O Bahia está na primeira divisão…. Médio é quem fica TRÊS ANOS CONSECUTIVOS na SEGUNDA DIVISÃO….

Jorge

Bom dia a todos, inclusive os de/da SEGUNDA.

E um excelente dia pra vocês, CAMpeões brasileiros!

Se aqui fosse o BBBruzeiro, diria ‘domingo tem mais’. Mas claro que não vou dizer isso! Domingo tem outra batalha e nossos guerreiros lutarão com toda a força e humildade que possuem. Porque vaidade é coisa do outro lado.

Mas que bonito isso! O Dalai escreveu uma coluna inteira para falar do título do… GALO! É Samuel Rosa, você é um profeta! Todo mundo é mesmo Atleticano. A propósito, SR, você já gritou Galoooooooo hoje? Pode ser escondido no banheiro mesmo, como a maioria dos bbbruzeirenses faz quando a vontade fica irresistível.

O bacana é que bbbruzeirense, na sua vaidade, presunção e arrogância não entende nada mesmo dos sinais que estão gritando lá fora. Ao Galo foi dado a prova dos “cinquenta anos no deserto”. Foi pior do que com os judeus que passaram 40 anos peregrinando nas areias do Sinai. Mas finalmente entramos na terra prometida, onde jorra “leite e mel”.

Foram cinquenta anos, Dalai, de fortalecimento interior para que pudéssemos desfrutar agora de 50 anos de prosperidade inigualável! E eu sei o quanto isso está apavorando vocês!!!!!

E é por isso que o dia 18/12/2019 é simbólico, Dalai. Ali o BBBruzeiro entrou no seu purgatório para passar talvez seus cinquenta anos, talvez cem, talvez a eternidade. E naquele exato momento, o Galo entrava no paraíso para desfrutar seus merecidos 50 anos de glória. Ainda faltariam dois anos para completar sua sina de quase cinquenta anos. Mas os sinais de um novo tempo começavam ali.

E é por isso essa taça é também simbólica. 50 anos simboliza o verdadeiro período do campeonato brasileiro (taça-fax é fake), simboliza a nossa passagem no deserto. Mas simboliza também o período de prosperidade e de glória do Galo que estão apenas começando.

Ao BBBruzeiro sobrou o choro e o ranger de dentes. É o salário da vaidade, da presunção e da arrogância. Sinto muito, mas como diria em latim (que é mais chique): “Hic facis, hic reddes! Maerorem tuum, dolorem tuum, celebrabo!”

Por hoje é só.

Jorge

Voltei para uma correção e uma dúvida sobre o texto do Dalai.

Onde está escrito “os judeus que passaram 40 anos peregrinando nas areias do Sinai” leia: “os HEBREUS que passaram 40 anos peregrinando nas areias do Sinai”.

E onde o Dalai escreveu: “Não se esqueça, Wilson, que esse seria Plano B.” não estaria no seu inconsciente: “Não se esqueça, Wilson, que esse seria Plano: ficar na B.”?

E eu acho que qualquer “plano B” do BBBruzeiro tem tudo para dar certo. Já o “plano A”… Sei não… Acho que essa SAF(adeza) subiu no telhado… Presta atenção que ela vai CAIR…

3 anos na B

É o que tem pra hoje no seu Menu Dalai Lama??????? Falta de assunto né….Deprimente….

Joao de Deus Filho

E o título da coluna hoje só demonstra a vontade do cruzeirense: Taça do 50. Estamos nela.
Faz igual muitos já fizeram, grita a plenos pulmões:
Aqui é Galooooo, porra.

Bruno da Silva

Continue assim Dalai, somente escrevendo do GALÂO, só assim para ter IBOPE no seu Quintal kkkkkk Talvez apareça uns 02 moribundos querendo se vangloriar do passado de falcatruas do Falidão e desmerecer o titulo do maior de MG.

Mario

Fala Dalai! Bom dia cara!

Acho engraçado os cruzeirenses dizendo “ah, o Atlético só ganhou o 2º brasileiro 50 anos depois, agora o próximo só daqui a outros 50 anos!”

Opaa!

O Cruzeiro ficou 32 anos sem brasileirão nenhum! Foi o último dos considerados grandes a conquistar o título nacional! Aí 10 anos depois, ganhou dois seguidos em 2013 e 2014 e ainda recebeu um terceiro brasileiro paraguaio de 66 via fax!

O Galo tá embalado, com um trabalho muito bem feito e um estádio novinho saindo do forno! Tendência de novas conquistas em breve! O que vai ser até bom, pois os cruzeirenses vão ter o que comentar

Marco Aurélio

Nossa Dalai, péssimo texto!

Haja dor de cotovelo.

Engraçado é que não faltam assuntos para o Crizeiro, vamos enumerar:

1 – Pagar Transferban
2 – Pagar os salários
3 – Pagar o Mineirão
4 – Pagar o America
5 – Pagar os empresarios dos jogadores
6 – Renovar por completo este elenco que nunca ficou entre os 10 da serie B
7 – Renovar o contrato dos poucos sub 30 do time
8 – Pagar o IPTU a prefeitura para vendar o clube do Barro Preto
9 – Demitir os conselheiros remunerados
10 – A festa do centenada
11 – Festa do tri da B
12 – Identificar uma nova modalidade de pedir esmola
13 – Aniversario de 42 anos do unico goleiro de minas com 3 serie B
14 – Preparar a festa de aposentadoria de uns 20 ex-jogadores do elenco
15 – Investir na fabrica de camisas oficiais e ingressos do Benecy
16 – Novo investidor para os juizes do Benecy
17 – Arrumar qualquer coisa que possa servir de garantia para mais emprestimos do Pedrinho
18 – Contratar uma pesquisa para demonstrar que ainda existem
19 – Pagamento do Pai de Santo, perceberam que apos esta divida tudo desandou?
20 – Esse é principal, se planejar para não terminar o próximo ano atrás da Tombense e se tornar o quarto time de Minas.

Pronto, 20 assuntos de imensa relevância para o Haiti Azul se preocupar.

La Bestia Negra, até o apelido não se refere ao dito cujo.

Já que gostam de historia, conte-nos um pouco sobre a historia do seu time, aquele fundado por traidores fugidos de guerra, que não aceitava negro, teve que mudar de nome e de cores, pois o seu nome relevava os perdedores da guerra, substituiu o vermelho do sangue derramando pelos italianos por branco de paz…, o grande Yale, Ypiranga.

Enquanto isto, no lado feliz da lagoa…

9x2

Sai o 13 e entra o 5: na próxima semana o CAM terá a oportunidade de conquistar seu título de número 55! Vai contando aí, gente boa…

Leonardo

Sobre cavalos.

Construída há mais de 120 anos atrás, existiu uma fazenda mais que centenária em MG. Essa fazenda, tinha seu coronel. E, como a história do país conta, o coronelismo mandava nas localidades daquele Brasil pós colônia.

Contando com as benesses do Estado, da Igreja, de outros que orbitavam essa fazenda, ela era motivo de orgulho pra muitos. Ali se produziam os melhores produtos, o melhor queijo, o melhor pão, os melhores animais também saiam dali. A fazenda carregava o nome de Minas no seu sobrenome.

Nessa fazenda, por gerações tiveram sempre os melhores em tudo. Os cavalos então, não duvide, eram cavalos com a melhor ração, cavalos puljantes, cavalos que sempre deram orgulho às pessoas daquele lugar.

Em fazenda vizinha, também centenária, haviam belos cavalos. A fazenda, acho pelo nome não tão local e fazendo alusão ao continente, era chamada de americana. Nunca teve o mesmo apelo popular da mineira. Mas rivalizavam.

E, uma dúvida pairava no ar. Quem tinha o melhor cavalo? Pra resolver a questão, marcaram uma corrida pra saber qual era o melhor cavalo. Na maioria das vezes, ou quase sempre , o cavalo mineiro ganhava a corrida do americano.

Essa corrida atraia cada vez mais pessoas.

Ao redor da fazenda, chegou a notícia dessas corridas. Gente de fora, queria ver o que estava acontecendo ali. Tinha uns italianos, falando de forma esquisita, que iam pras corridas dizendo: “um dia terei o melhor cavalo, e irei ganhar de todos”.

Muitos riam dos “carcamanos” que em bom português era sinônimo de engraxate, mas nas línguas dos que falavam esquisito, o significado era de mafioso. Como poderia, um relés engraxate ter um cavalo pra ganhar dos coronéis?

Mas, com muito esforço, os intrusos conseguiram seu cavalo. E começaram a correr também. Tiveram, claro que pedir muito para colocar seu cavalo na disputa, porém, conseguiram.

O tempo passou. A fazenda era muito importante, mas ao redor dela outras atividades foram crescendo. O dono da fazenda mandou seus filhos estudarem nas melhores escolas, esses filhos mandaram os netos e assim por diante. Agora os filhos, netos, bisnetos dos coronéis eram “doutores’.

Os que falavam estranho, tiveram que lutar muito. Nada era fácil. Mas, com muito esforço, foram crescendo, criaram raízes naquela comunidade. Tiveram, conta a história, que mudar de nome devido a uma perseguição do governo, o que acabou sendo benéfico.

Criou-se, nesse momento, uma identidade local. O céu já não era tão cinza, já era azul. O avião, também uma invenção nova, podia voar em velocidade de Cruzeiro.

‌As coisas foram modificando, se modernizando, até às corridas de cavalo já não eram mais como nos primórdios. Agora, um grande local era o lugar das corridas. As corridas cada vez mais eram disputadas em todos os lugares do planeta. Atraiam multidões às corridas. Uma verdadeira China (país mais populoso do mundo) se formava para assistir.

As corridas então, ficaram assim. Uma parte do ano corriam os cavalos daquele estado, depois corriam os cavalos do país, do continente…

Por muitos anos o cavalo mineiro ficou sem ganhar uma corrida nacional. E, isso incomodava. Como pode um cavalo que nos tempos do meu bisavô, do meu avô, era motivo de orgulho, ficar tanto tempo assim sem ganhar, ao ponto de ser motivo de brincadeiras, gozações? “Não somos um cavalo paraguaio, somos um cavalo puro sangue mineiro”, disseram alguns. Mas, as conquistas cada vez mais ficavam raras. Apenas no ambiente local tinham relativo sucesso

E durante esses mesmos anos o cavalo italiano foi ganhando, foi conquistando, um, dois…seis (até) troféus. Isso era inadmissível para os que conheciam a História.

Lembra dos doutores que foram formados pela fazenda? Eles, hoje, são muito mais do que doutores. São empresários que me lembram muito dos Coronéis de antigamente. Claro, hoje já não estão preocupados em fazer queijo, criar boi. Cria-se informação, cuida-se da saúde de quem pode pagar, cuida até de emprestar dinheiro.

Hoje é dia da comemoração dos coronéis e seus adeptos. Conseguiram que seu anabolizado cavalo, ganhasse novamente.

O que vem pela frente? Não sei.

Uma hegemonia do anabolizado cavalo?

Será que um dia, os coronéis irão cobrar por terem cansado de brincar de correr de cavalo?

Pão e circo, tão conveniente para os coronéis, é indício de algo?

Almoço grátis, só existe na cabeça de alguns.

Mas…o cavalo ganhou, isso que importa!?

Laner de Lucena Murad

Caro Dalai, enfim parece que vamos começar um novo ano na direção certa, ao contrário das duas últimas temporadas em que a cota de erros do século foram cometidos. Com a efetivação de Matos e a renovação de Luxa, cresce no horizonte a esperança de dias melhores. Chega de choradeira e ranger de dentes. É hora de voltarmos ao lugar que merecemos. A SAF trás a chance de fazermos tudo do zero, ou o mais próximo disso. Recomeçar exige a competência que antes faltava e agora vem com a dupla Matos e Luxa e com a sempre providencial ajuda de nosso próximo presidente Pedrinho. Esperamos que o trem azul finalmente se assente nos trilhos e comece a seguir nessa nova estrada com a dignidade que nos foi tirada e principalmente e o que tem nos faltado um time decente pra podermos dar a China azul motivos pra lotar sempre a toca 3. Vamos caminhar juntos e tenho certeza vamos sair juntos desse atoleiro em que a incompetência aliada a podridão nos enfiou. Grande abraço meu amigo e todos juntos pra elevarmos o Cruzeirao ao seu lugar de sempre: o maior clube de futebol de Minas gerais.

Atleticano

Eita que o choro não quer parar. Dalai, aceita que dói menos, somos campeões e o que mais lhes deixa perturbados; não vamos parar por aí. A tendência é que os investimentos aumentem, com as premiações ganhas, com o sócio torcedor crescendo, o maior do Brasil por sinal, com a arena do Galo prestes a ser inaugurada… o céu é o limite e o Galo não tem previsão de frear, foguete não tem ré.
Sua coluna exclusiva para falar do Galo, afinal é o único assunto futebolístico relevante em Minas a mais de dois anos, só confirma o que eu sempre digo aqui. Se você não falar do Galo, não tem do que falar, a não ser chorar pelo brejo que estão afundados e sem previsão de sair.
E agora o senhor quer tirar sarro da gravação do número 50 em homenagem ao aniversário do campeonato? Que tiro no pé meu caro. Vocês que arrotam ter tetra, em que ano foi conquistado uma dessas taças? rsrs só rindo mesmo dessa gente, comemoram um título via fax, conquistado antes do primeiro, em 1971. A vergonha não tem fim.
E o preço do nosso time agora já passou para 500 milhões? Vai contando aí, ano que vem aumenta sua soma. Ah! Reclama também com o Real Madrid, afinal investir para vencer não é justo, não é mesmo? A não ser que seja para comprar e não pagar, como fez o time campeão em 2013 e 2014. Aí sim pode.
Sobre as insinuações de ajuda do VAR e do adversário, chega a dar pena. Aliás, agora que já acabou, temos 13 pontos de vantagem para o seu atual time, flamengo, pode trocar de camisa, corre pra comprar a do paranaense, domingo já tem outra final.
Abraços CAMpeões!

Atleticano Chato

Marcinho ou Nacho??
O tempo e o IMPONDERÁVEL vão dizer

Domingos de Oliveira

Dalai, você não está meio “erado” pra tantas baboseiras?

Bernardo

Dalai,
1. Neste “meio seculo” que voce sempre se refere, tem pelo menos 15 anos de ampla supremacia atleticana (de 1977 a 1992) e possivelmente mais 9 anos (de 2004 a 2012) quando nenhum dos 2 times “ganhou nada” e apenas dividiram os campeonatos mineiros.

2. Falso testemuho: Desafio a voce especificar quais foram os 5 jogos “entregues” pelo Flamengo e que custaram 15 pontos?

3. De novo, muito feia a sua tentativa de desmerecer o titulo atleticano – agora pode-se dizer oficialmente e com toda a certeza, o Galo de 2021 é o mehor time do Estado em todos os campeonatos da era dos pontos corridos e o segundo melhor de TODOS os times na era dos pontos corridos. FATO.

EDUARDO

Eu acho que esse colunista aí deveria focar mais é na péssima gestão da qual ele fez parte, pois o time dele está afundado em uma série B por três anos, e ficar enfatizando o que já ganhou não vai adiantar em nada a almejar um melhor futuro.

Sampa

Choraaaaaaa…..não vou ligar

Luiz

Crônica escrita por quem está com absoluta dor de cotovelo. E ponto!!!

Bernard José De Assis

Dalai, vc vive falando de “bullying” azul, mas esquece da larga vantagem do Galo em confrontos diretos mata mata quando ocorreram disputas nacionais entre as duas equipes. Una pequena pesquisa sua confirmara Isto. Pra facilitar: brasileiros de 1986 e 1999, copa do Brasil 2014, etc A única vez que ocorreu vantagem azul foi em 2019. Ou estou mentindo? Saudações alvinegras a você e ao seu filho atleticano.

Dalai e suas visões equivocadas como sempre. À ele e a torcida ´´ADORAMOS A SÉRIE B E NÃO VAMOS E NÃO QUEREMOS A SÉRIE A, QUEM SABE A C só restou torcer contra o GALO e torcer para Grêmio, São Paulo, Santos, Atlético Paranaense não caírem para a série B, pois se caem desde agora o La mierda já estaria na série B (talvez C) em 2022. Subir não sobe, mas sem estes times na série B podem sonhar. É como aquele bonito e inesquecível samba enredo da Padre Miguel do Rio de Janeiro em 1992: Sonhar não custa nada. Então que continuem sonhando. Mas vejamos o La Bestia e sua torcida apaixonada: TOTAL de PÚBLICO no Brasileirão série B 2021 – 122.906 apaixonados. RENDA LÍQUIDA TOTAL: 1.447.042,17, quantia esta que perfaz exatamente o total de 11,77 reais gasto por torcedor para assistir FILME DE TERROR E DE SUSPENSE em campo de futebol. O GALO EM UMA ÚNICA PARTIDA arrecadou com sua torcida 7,1 milhões de reais, praticamente 5 vezes mais que toda a arrecadação do La mierda no ano. 11,77 reais foi o total que estes apaixonados torcedores se dispuseram a doar no ano para o La mierda. Ridículo. Precinho de liquidação e de final de carreira. 11 REAIS POR CABEÇA. ISTO É QUE É PAIXÃO POR UM TIME DE FUTEBOL. E POR FIM DALAI tenha pelo menos um pouquinho de coerência (você não tem nenhuma, mas pela sua idade, e não estou chamando você de velho, só de experiente) e resolva: a torcida apoia o time de verdade ou não vai à campo para protestar. São suas palavras: ´´não ir a campo é também uma forma de protestar. Ora resolvam e saiam de cima do muro: ou apoiem ou protestem, afinal fazer as duas coisas ao mesmo tempo é impossível, devido ao antagonismo entre os dois atos.

Teobaldo

E a SAFadeza vem dando outro golpe no Cruzeiro, embora já esteja consolidada como “a única saída para o clube não quebrar (quebrar de novo, bem entendido). E que os Conselheiros e Associados fiquem espertos que a mudança no estatuto prevê a possibilidade de venda de 90% do clube e não 51% como alardeado na mídia. Assim, com a transformação em SAFadeza, surge o Cruzeiro Sociedade Anônima, ou CSA, com o seguinte currículo:

0 Campeonatos Mineiros
0 Campeonatos Rurais
0 Taças Minas Gerais
0 Copas do Brasil
0 Campeonatos Brasileiros
0 Copas Libertadores
0 Participações na Série A
0 Participações na Série B (*isso é ruim, pois perderam o título de TrinaB)
0 Participações na Série C
0 Participações na Série D (*isso é bom; todo “novo clube” deveria começar na Série D)

O problema é que já existe um CSA mais tradicional no estado de Alagoas, logo, o “novo clube” (kkkkkkk – alguém acredita nessa lorota de “novo”?) passará a se chamar CSA-MG.

Jorge

Fala Zezé, bom dia cara!

Porque se a gente não ganhar do CSA-MG, pelo amor!

E eu que achei que iriam virar um CRB-MG (Clube Real Barcelona – MG).

Mas CRB ou CSA, o importante é a zueira não acabar!

Rodrigo Valú

Mariada sonham d+!
Única taça q estão é a de 2014. E outras dezenas de mineiros q levaram no lombo.

Bruno Araújo de Carvalho

Há um “papo” que caso aprovem no dia 17 a porcentagem majoritária para venda à SAF, receberemos um empréstimo na Casa de R$40 Milhões para o Clube. É bom ficarmos de “Olho” nisso ai, o que a Torcida mais quer é transparência, ainda mais neste período de incertezas que rondam o Clube.

Teobaldo

Esse 40 milhões certamente serão divididos entre os abnegados. E a desculpa já está pronta: “não existe outra solução”, tá lembrado? E os investidores só vão entrar se ficarem com 90% das ações (a XP já deu o ultimátum). Essa é a alteração que será aprovada pela Assembleia, mas com todo mundo bem caladinho…

Doroca

Chora não vou ligar! Pode chorar pode chorar! Kkkk

Joao de Deus Filho

Me permita um segundo comentário.
Com a extinção oficial do Cruzeiro ontem, que agora se torna igual a um dinossauro, que sabemos que existiu, era grande, porém hoje não existe mais, então, me dou o direito de passar a chamar esse novo clube de CSA-MG.
Faço então uma promessa de só me referir assim ao clube, que agora começa do zero, em relação a títulos, visto que o outro já não existe mais, vai ficar apenas na lembrança.
Desejo boas vindas ao CSA e sei que vai demorar alguns anos, ou talvez algumas décadas prá poder comemorar um título.
Mas, quem sabe, um dia esse dia chegue.
E ressalto que está rodando no Youtube, um vídeo do Zezé Perrela, falando que o dinossauro, quero dizer, o antigo Cruzeiro levou 82 anos prá ser campeão brasileiro.
Obrigado Zezé, porque quando eu falo isso, dizem que é porque sou atleticano. Mas, ver o ex-presidente do dinossauro, quero dizer, do antigo Cruzeiro corroborar aquela afirmação que o tal título brasileiro de 1966 nunca existiu, prova que não estamos inventando nada.
Então, vamos aguardar pela choradeira contra o ex-presidente que falou uma verdade. Era prá ele não fazer igual o Benecy, que falou uma verdade e choveram desculpas, prá tentar esconder a verdade.
E a própria CBF deu um jeito de provar que 1966 não existia campeonato brasileiro. Ele começou em 1971.
Quem não concorda, liga lá prá brigar com eles. Não foi o Galo que colocou o número 50 na taça de campeão do Galo, comemorando o cinquentenário do Brasileirão.
Um grande abraço e fico na espera das desculpas que virão, porém lembrando que o choro é livre. E pelo jeito ainda vai durar alguns anos, ou décadas.
E o Galo?
O Galo ganhou.
E é bi-campeão.

Teobaldo

E o tal “novo cruzeiro” (CSA-MG) já começa como um estelionatário esportivo (não nega a origem, não é mesmo?) uma vez que, pelo divulgado, manterá os títulos conquistados com doping financeiro e outro obtido inescrupulosamente por meio de fax. Cara, sinceramente, o Brasil não tem uma solução que passe por moralidade, honra e honestidade!

ivan junior

Oh Cara de Bunda, quanto voce paga ao uai para escrever merda neste espaço?? MemBro de um cluBe caloteiro e falido prestes a mudar de cnpj pela 745641231231545648974564123123 vez e com seríssima dor de cotovelo. Alias a partir de hoje o nome do time das marias vaidosas e acefalas é CSA (Caloteiro Sociedade Anonima).

Henderson

Eu fico imaginando, o que mais pode amenizar a dor do cruzeirenses, só usando um paliativo que logo logo volta a dor do sofrimento tri B time grande não cai kkkkk time grande não fica três anos na série B kkkkkkk

GERALDO

Passando por aqui, so para um pequeno alerta. Me chamou a atençao o fato de so uma empresa, a americana Marshal, esta fazendo a avaliaçao do valor do clube, ou seja quanto vai custar cada açao. uma empresa so, fazer a avaliaçao, acho temerario, o ideal seria duas a 3 empresas diferentes, cada uma faz a sua avaliaçao e depois o clube ou a XP, decide o que e melhor ou a media dos valores. Repito uma so avaliaçao nao e o mais correto. O caminho que estaos tomando, pode ser o unico para viabilizar o clube, mas que e arriscado e. E acho que as pessoas nao estao se dando conta do risco que corremos. Como diz o colega, esses conselheiros e eu acrescento diretores e presidente, a maioria se vende por qualquer churrasquinho. E Dr. Felicio manda uma luz, se deixar-mos na mao dessa Dona Maria a louca, vamos pro saco. A XP, tambem esta colocando sua reputaçao em jogo, digo XP, porque essa quadrilha que se estabeleu no clube, simplesmente nao tem reputaçao, nem vergonha na cara tem. Como o clube agora e patrocinado por um site de apostas. ja estamos apostando. mas so que dessa vez e um jogo que nao podemos perder. Minas Gerais corre o risco de ficar 90% sem futebol. sorte.

Marcilio Vaz

Pelo jeito que vcs sabem fazer contas, vão sumir do mapa rapidinho, 90%de Minas, kkkkkkkk. Só olhar a última pesquisa data tempo que o falai indicou, só ali já tinha perdido quase 10% da torcida, e considerando uma torcida de simpatizantes se fizer uma pesquisa agora no fim do ano deve ter uns minguados de torcida.

A UM ANO

Quanto a possivel venda de 90% a meu ver e uma atitude idiota. acho que o ideal seria vender 51% para o possivel futurio administrador/comprador, esperar digamos ums seis meses a um ano PARA O PREÇO SE ESTABILIZAR) O, ENTAO VENDER EM TORNO DE 40 %, PULVERIZADO ENTRE A TORCIDA. O CLUBE MASNTERIA UMA RESERVA DE 9 A 10 %. QUAL TORCEDOR NAO GOSTARIA DE POSSUIR NEM QUE SEJA UMA AÇAO DO SEU CLUBE DO CORAÇAO, OU A TORCIDA SO SERVE COMO MASSA DE MANOBRA?. OU NESSA HORA OS DOUTORES NAO VAO SE LEMBRAR DA TORCIDA. ESSA E TAMBEM UMA FORMA DE DAR VOZ E VOTO A TORCIDA.

Marcilio Vaz

O a um ano, primeira mente já são três anos! Segundo vender 40 % do CSA/Mg p torcida tá de brincadeira né, esse bando de simpatizante não participa nem do CRUPIx, nem dos centavos CRU CrU, esse bando de simpatizante nem em campo vai, só muita viagem mesmo p achar esse bando de simpatizante vai comprar ações do BBBRUZEIRO novo CSA/ MG, e olha q as ações devem custar R$0,50 e ainda assim tá caro heim! Galera de Alagoas do CSA já tá chamado o de minas de falsos, kkkkkkkkkkkk

Teobaldo

A gloriosa XP já percebeu que os dirigentes e a torcida estão desesperados e deu o ultimátum: só haverá interessados se o percentual for 90%. Não seja ingênuo: é isso que será colocado para votação.

Augusto

BOM DIA A TODOS,
HOJE É 08 DE DEZEMBRO E FAZEM 02 ANOS QUE NÃO CONSIGO PARAR DE RIR!
EITA DATA ABENÇOADA !

Teobaldo

Faltou o glub, glub, glub! Não pode esquecer não, pô!

O CSA-MG JÁ NASCEU COM VÁRIOS TÍTULOS glub, glub, glub… NO CARTÓRIO… glub, glub, glub e VAI VENDER (na verdade, doar) 90% DA ALMA AO DIABO PARA PAGÁ-LOS glub, glub, glub!!!!

Abraços, Augusto, e parabéns aos torcedores que frequentam o QUINTAL DOS ATLETICANOS nesse dia tão feliz quanto inesquecível. Nossos sinceros agradecimentos a Mitair, Vagão da Massa e Serginho Batoré, os verdadeiros artífices desse projeto maravilhoso!

Augusto

Kkkkkkk é muita alegria pra massa alvinegra!
Realmente é o dia do glub,glub,glub

Marcilio Vaz

Parabéns Mariada, dia importante de mim Ita festa, não podemos esquecer.

O pai meu dente tá mole o que eu faço?
Grita Cruzeiro que cai menino!

Marcilio Vaz

Correção: Dia importante de muita festa

Luiz Gonzaga de Barros

Boa tarde!
Depois dizem que políticos mudam de opinião como mudam de roupa, que o discurso de ontem não é mais o de hoje então , por conseguinte, a torcida do galo, o Bi- campeão Brasileiro, é política ou age como os políticos. Pensem comigo! Esta torcida ficou 50 anos falando que Títulos não são importantes, que o Cruzeiro só fala em Títulos, blá-blá-blá , mas foi só ganharem mais unzinho que ficaram loucos, histéricos, pagando promessas, não tem outro assunto. Já falam até em tríplice coroa, meu Deus ! copiam tudo de nós. Não sei se somos mais frios ou nos acostumamos com os Títulos que, em verdade, não me lembro de tanta euforia nas nossas inúmeras conquistas. Mas, de uma coisa fiquem certos, os craques do Atlético sem Bi, Luizinho, Éder, Reinaldo e tantos outros, não mereciam desencarnarem sem verem o Galo Bi. Espero que os galináceos aprendam a gostar e valorizar Títulos , e, assim, respeitem e tirem o chapéu para nossa galeria.
Quanto às mudanças em vias de acontecerem na história do Cabuloso temos de acreditar que serão bem vindas, pois, é nossa única saída, uma vez que a justiça não consiguirá devolver nossa paz financeira. Os vampiros continuam vampiros.
Que 2022 seja lembrado como o ano da volta, do planejamento bem feito, de contratações acertadas e que 2023 possamos, novamente, ampliar a nossa galeria. Ampliar sim, fazer um puxadinho, pois lá não cabe mais troféus.

Bruno da Silva

KKKKKKKKKKKKKKKKKKK Agora conta do papagaio kkkkkkkkkkkkkk MARIA sonhadora kkkkkk sabe quando vc vai ver titulos do cruzeiro kkkkk so no cartorio e muitos kkkkkk la ta cheio kkkkkk os que passaram ja nao te pertence mais, agora tudo começa com o CSA kkkkkkkk O Falidão das Falcatruas continuara sendo lembrado pelas roubalheiras, processos no TRT, compras de juizes, alem claro das fontes de piadas kkkk FALA ZEZE kkkkkk. ” Copiam tudo de nós” kkkkkkkk Veja que alguns dos craques que voce listou acima jogaram no Falidão, e mesmo ganhando titulos neste famigerado clube, perguntam se eles se sentem representado neste time kkkkkkk Piada pronta kkkkkkk Voces continuaram piada, continuaram sendo simpatizantes, continuaram senco chocata por muito tempo. Fica tranquilo, o GALAO não vai copiar voces não kkkk

Marcilio Vaz

2022 será lembrado como o tri na B, e não esqueça o presidente Wágner colocou o óculos futurista e previu o tetra e está chegando o tetra na B.
Só um detalhe o Galo ficou 50 anos sem o título brasileiro o BBBRUZEIRO ficou 82 anos da fundação até 2003 o time que mais demorou a ganhar Brasileiro, até o Guaraní e Curitiba ganharam antes.

Augusto

Glub,glub,glub,glub
O cabuloso afundou!

Marcelo

Caro Dalai, preocupe-se estritamente com o clube do seu coração pois ele vai de mal a pior, ou mais apropriadamente dizendo sobre futebol, de B para C. O lado B de Minas Gerais precisa juntar forças, moedas e até os lenços pra tanta choradeira. Deixa esse sentimento de vaidade de lado e vai tentar pelo menos disputar com ombridade a SÉRIE B do Brasileiro.

Marcelo

ACORDA DALAI ! VOCÊS NÃO ESTÃO NA TAÇA DOS CONQUENTA ! VOCÊS ESTÃO É NA SÉRIE B MESMO !!! ️️️

trackback

Google

Just beneath, are a lot of entirely not associated sites to ours, nonetheless, they’re certainly really worth going over.