AMANHÃ, 16H30, MINEIRÃO

  • por em 7 de fevereiro de 2024

Depois da Toca 4, será a vez da Toca 3. O time que sofreu horrores ante 42.500 atleticanos ensandecidos, raivosos, e venceu, volta a campo amanhã pra enfrentar o bom Patrocinense. Virada a página da última vitória, pés no chão e cabeça presa ao pescoço, jogadores do Cruzeiro focam apenas o difícil jogo de amanhã. Apesar da insistência de certa parte da imprensa, rejeitam favoritismo observando que futebol se resolve no gramado. Afinal, estão ainda vivos na memória os destaques da semana passada, quando o rival entornava empáfia e prepotência dando goleada nos noticiosos…

Pra amanhã, Larcamon poderá contar com o retorno de quase meio time, uns voltando de suspensão, outros do DM. Terá excelentes opções pra escalar. Só espero que entremos em campo com 11. Não com um “dimennos…”

BATE PAPO NO QUINTAL

1- Pouso Alegre x Cruzeiro –  prevista, na tabela, para sábado, dia 24, no sul de Minas, a partida pelo campeonato mineiro está sendo negociada pelos mandantes com um grupo de empresários. Ao que tudo indica passará pra domingo, dia 25, de manhã, em Uberlândia ou Brasília.

2- Postman – curto e grosso:

“Show do Sub-20 na Toca 4! Bois cansados não aguentaram a correria… E já tem atleticano reclamando do estádio…”

É isto mesmo, Postman. Pela arrogância descontrolada exibida na semana antes do clássico, estão agora desorientados. Tipo cachorro que cai do caminhão de mudança. Antes, o jogo não valia nada. Serviria apenas pra entrosamento de Scarpa com os novos companheiros. Mas não avisaram a torcida, que compareceu em número recorde na Arena. Ficou então um negócio estranho, muito mal explicado. Os entendidos chamam de “reversão das expectativas

3- Zezinho – quem diria! Manda mensagem cifrada que      significa inscrição para a disputa de Guru-2 da Racionalidade…

Reconhece a superioridade azul, os erros estratégicos de Felipão, e derrama pessimismo na barraca atleticana:

“A permanecer tudo como dantes no quartel de Abrantes, não há como não ter mau presságio do que nos espera na temporada de 2024.”

Meu caro Zezinho, parabéns por não tampar sol com peneira. Fatos são fatos, não adianta brigar com eles. Aprendemos isto na longa temporada de Série B.

Time por time, segundo valores de mercado, é imensa a superioridade do Atlético. Mas há sempre fatores extras rondando partidas, definindo resultados. É o misterioso “Imponderável F.C.” Veja a filmagem do vestiário do Cruzeiro antes de subir ao gramado da Area MRV. É de arrepiar. E esclarece muita coisa.

4- Rei Melo – com razão censura o comportamento da torcida do Atlético depois do jogo: quebra de cadeiras, objetos lançados no campo, tentativa de invasão. Vergonha. Irracionalidade. Sabemos que não é a maioria. Todo grande time tem de 3 a 10% de torcedores que deveriam estar presos. 

Em seguida, respondendo o recado direto do blogueiro, visivelmente a contra gosto, Rei Melo fala sobre Rafael Cabral:

“Quanto ao goleiro… você sabe que não sou somente eu que o vejo um bracinho de jacaré… Jogou bem, defendeu uma bola bem, mas não confio nele não…”

Meu caro Rei Melo, que má vontade! Está em análise a atuação de nosso goleiro no clássico! Onde você diz “defendeu uma bola bem” leia-se “fez milagre, salvando um gol que poderia mudar o rumo do jogo.”

Quem entrou sozinho, com a bola dominada, cara a cara com ele, foi Paulinho, o artilheiro, Imperador da Arena MRV!

Em campo, Rafael foi nota 10. Mas no vestiário, antes da entrada dos jogadores, motivando os companheiros, foi nota 1000. Veja o vídeo.

5- Observando de longe faz ampla análise do pós clássico, aberta com uma surpreendente saudação:

“Parabéns ao Cruzeiro pela vitória indiscutível no jogo de sábado. É como eu já tinha escrito da ultima vez, aqui. Essa é a magia do futebol!

Parecia que teríamos texto isento de paixões. Mas, não. Aquelas primeiras linhas eram cortina de fumaça pra camuflar o avanço de mercenários… Aí a mágoa pede a palavra: houve passeata na Savassi e Carnaval nos bairros, sábado à noite… O Cruzeiro comemorou como se tivesse ganho a Champions League…

Em seguida, “Observando de longe” (codinome de um craque das letras que já brilhou nesse terreiro) me ataca frontalmente entendendo que agi muito mal passando pano para cruzeirenses baderneiros, tanto na caída do time para a Série B, quanto no primeiro jogo nosso na Arena MRV.

Se dei essa impressão, me desculpe. Jamais apoio criminosos vestidos com a camisa do clube, que depredam, agridem e matam. Sejam do Cruzeiro, Atlético, Palmeiras, Corinthians, etc.

Quando comparei as formas diferentes de caídas para a B, de Atlético e Cruzeiro, não quis justificar a depredação do Mineirão. Pretendi mostrar que não eram culpados sozinhos.

O blogueiro é fuzilado, depois, pela lembrança de que Menin ficou com as dívidas… e o patrimônio do Atlético.

Observando de longe traz números, percentuais, descrição de bens, etc. pra concluir que a SAF atleticana foi muito mais vantajosa para o Clube, do que a cruzeirense.

Meu caro, aí tem de entrar o “achômetro”. O que estas SAFs não têm é a transparência real, verdadeira e ampla. Isto até se justifica pela necessidade de sigilo em várias transações, sempre astronômicas. No Cruzeiro há ainda muita coisa a ser esclarecida. Mas, por favor, não visite o seu clube guiado pelas mãos de Alice… Lembre-se: após vender o Shopping, escolher, em terreno seu, o local da Arena MRV, construir o estádio, Menin vendeu o Atlético pra ele mesmo…

6- Augusto retorna de férias sabáticas, mas na hora errada. Encontra seu time na lona e tem de justificar que a luta não valia nada, etc, etc. Augusto, você já teve dias melhores…

7- JCSR – Cruel:

“… acho que Otavio está procurando João Pedro até agora, assim como o João de Deus tá procurando a Alice em busca de apoio.”

Na mosca, JCSR! Aliás, tem sido ensurdecedor, o silencio da Barraca Atleticana neste QUINTAL. Saudades de Teobaldo, Galo Doido New York, Manuel Panhame e outros luminares da pena…

8- Paulo Augusto, profeta – 

“Quando vi os resultados da última rodada, empate com o Vila e goleada sobre o Democrata… Abri o sorriso, eram os resultados que precisávamos antes do jogo, despertando mais soberba no Atlético e sangue nos olhos do Cabuloso. Afirmei aos quatro cantos que iríamos ganhar. Não deu outra.”

Parabéns, Paulo Augusto. É um dom saber ler as entrelinhas…

9- Pênaltis & Palmeiras –  As últimas disputas revelaram o Calcanhar de Aquiles do técnico Abel: cobrança de pênaltis.  Dois dias após o Palmeiras perder a Supercopa para o São Paulo, em cobrança de pênaltis, o jovem Endrick, palmeirense, na seleção olímpica do Brasil desperdiça bisonhamente pênalti  contra o Paraguai.  Era início do jogo. Perdemos por 1 x 0.

Pênalti não é loteria. Prevalecem sempre alguns princípios: como o goleiro pula caindo, as batidas de meia altura favorecem a defesa; batidas rasteiras, nos cantos inferiores, são loteria pura. Se o goleiro acertar, pega. Batidas nos cantos superiores, com media força pra escapar das traves, são indefensáveis.

 GARIMPO

“Toda fotografia antiga é uma punhalada.”

(Millôr Fernandes)

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments

Subscribe
Notify of
guest
13 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Rei Melo

Dali perda de tempo escutar estes patéticos..
Liderados por um imbecil que incentiva violência que chama Cruzeirense de essa gente .. como se ele fosse gente…pelas merdas que fala, gente esse Eduardo Ávila não é. Não passa de um frustrado velho idiota que tem espaço nesse jornal que tb protege vagabundo. Lembra do Batore o analfabeto? tb veio desse jornal.. e olha o qyue fez no Cruzeiro…
Os outros seguidores assim como o tal Hulk sempre põe desculpas nas derrotas ou em algo bizarro como Juiz Juiz Juiz.. quando não é juiz é a Nasa.. A KGB ou mesmo o pateta e o Mickey Mouse dentre outros…
Quanto a esse braço de jacaré… vamos aguardar… Ate agora conto no max 100 pessoas que gostam desse goleio de pelada…o S.r. ta nesse meio. kk
Mas para quem achava Ederson .. Mozart e Ze Ricardo técnico de futebol profissional……
Melhor que estes citados ele é! No mais vamos com ele mesmo
E o choro é livre e longo pelo visto…

Paulo Augusto

Rei Melo, concordo com você.

As vezes gosto de ver as choradeiras no latifúndio código de barras. Mas não me importo com o julgamento de alguns atleticanos. Até vejo um ou outro condenando as atitudes desse Eduardo. Esses tem meu respeito, assim como os que aqui vem e demonstram respeito.

Agora, um comandante de blog tem que ter mais responsabilidade no que fala. E se, antes de ler as palavras desse Eduardo, o considerei sábio pela aparência e idade. Percebi que tudo era máscara quando o mesmo foi tirar foto com Riscos chegando ao Cabuloso, para postar denegrindo o atleta em seu blog, na maior falta de respeito, demonstrou ser apenas um Moleque.

O cara propaga ódio, soberba e indiretamente, violência.

Por essas que sempre tenho para mim que MATURIDADE não tem IDADE.

Teobaldo

“Na mosca, JCSR! Aliás, tem sido ensurdecedor, o silencio da Barraca Atleticana neste QUINTAL. Saudades de Teobaldo, Galo Doido New York, Manuel Panhame e outros luminares da pena…”

Galai, querido, agradeço a deferência, mas atribuir, mesmo que de forma velada, a minha ausência do blog ao momento atual dos nossos times, beira o sarcasmo (e eu acho que é isso mesmo – Rsssss). E que negócio é esse de “luminares da pena”? Quanta maldade!!! De fato, a realidade insofismável é que o baixo nível afastou diversos frequentadores “da prateleira de cima” (essa expressão é sua, não minha). Oxalá sejam mantidas as boas mensagens observadas do último post para que diversos participantes que andam sumidos voltem a brincar por essas plagas. Abraços!

Paulo Augusto

Perfeito Caro Teobaldo!

Não estava conseguindo ler os comentários do blog mais. Agora vejo uma mudança radical e que assim continue.

Aliás, devo desculpas a você e vários Atleticanos, por tantas vezes ter comparado a Arena MRV ao Independência. Até que ela não é ruim assim e estou tomando gosto do estádio, que espero visitar em breve.

Saudações!!!

Jamicel

Boa tarde!

Acho a cobrança em relação ao Dinenno desmedida, por ora!

Centroavante se posiciona bem, mas o time precisa criar mais para que ele conclua em direção ao gol, pois é esse o estilo de jogo do atacante!

Grande abraço, Dalai!

Paulo Augusto

No primeiro jogo gostei do posicionamento dele.

Pior que Wesley, Gilberto, Papagaio e Cia, duvido.

Ainda tenho boa impressão do que vejo dele e acredito balançar muito as redes ainda.

Gelvane de Melo Cardoso

Qual foi o último atacante matador que o Cruzeiro teve? Dinenno veio e será esse matador que precisamos.

Observando de longe

Boa noite a todos!

Ainda em clima de festa pela vitória no jogo de sábado, o Dalai esbanja otimismo disfarçado de humildade. Os jogadores do cruzeiro estariam rejeitando o favoritismo do clube e a “empáfia e a prepotência” seriam do Galo. Sei. Só quem não conhece o clube cujos torcedores “vivem cheios de vaidade” para acreditar…

Depois analisa minha participação na sua coluna de comemoração do titul… ops… da vitória de sábado, dizendo que eu estaria com “mágoa” e que o “ataquei frontalmente”, não sem antes dizer que ficou surpreso por eu ter parabenizado o seu time pela vitória.

Sim, os parabéns eram verdadeiros, pois faz parte do esporte saber ganhar e saber perder. Mas como esse é um blog para zoação mútua, emendei a frase “é como eu já tinha escrito da última vez, aqui. Essa é a magia do futebol!” Acontece que o Dalai, ainda empolgado com o resultado e cheio de vaidade, deve ter entendido que eu disse que o desempenho do cruzeiro teria sido “mágico”.

Sinto dizer, Dalai, mas meu espírito esportivo não chegou a tanto. É que na coluna anterior àquela, eu, para provocar nossos amigos cruzeirenses, disse (quase profetizei!) que o cruzeiro poderia ganhar, afinal, o futebol é um esporte onde um time médio pode ganhar de um time grande (sim, era para zoação, mas que isso é verdade, ah isso é…).

Depois o Dalai me acusa de o atacar frontalmente! Dalai, não faço isso com ninguém e muito menos faria com um gentleman como você. Para mim, tudo são IDEIAS que estão em combate, com intenção de brincadeira ou até mesmo falando sério. Afinal, como diz o chavão, o futebol é a coisa mais importante entre as coisas desimportantes da vida…

Mas com relação aos baderneiros, brigões e bandidos que se fantasiam de torcedores, entendo que, independentemente da camisa que usam para se camuflarem, não merecem nenhuma tolerância. Porque baderneiros, brigões e bandidos existem em todos os lugares, mas quando eles vestem a camisa de um clube é porque querem ter o sentimento de pertencimento a um grupo. E levam suas práticas inaceitáveis para dentro desses grupos.

Portanto, cabe a esses grupos escorraçarem com esses marginais, ainda que seja a partir do desprezo e da repulsa de seus atos e jamais passar o pano, para que eles se sintam incomodados e não continuem se escondendo debaixo de uma camisa de clube.

É nesse sentido que fico incomodado quando vejo uma pessoa como o Dalai buscando justificativas para explicar a baderna e as brigas. Nada que tenha acontecido antes ou durante ou depois justifica ou explica essas atitudes. Baderneiro é baderneiro. Brigão é brigão. Bandido é bandido. E ponto final. Deveriam todos serem identificados e responderem pelos seus atos. Deveriam ser banidos dos campos de futebol para que famílias pudessem voltar a participar. Quando isso acontecer, não será mais preciso jogos de torcida única. Mas enquanto se passar pano para esse tipo de comportamento vamos continuar vendo a escalada da violência no futebol.

Voltando ao futebol, temos que admitir. O cruzeiro é franco favorito a impedir o pentacampeonato do Galo no mineiro (antigo rural a partir desse ano, se o favoritismo se confirmar). Teremos dificuldades também na Copa do Brasil e no brasileiro. Vamos focar na Libertadores porque o cruzeiro não está lá. Nossa última esperança para esse ano.

E como estaremos em pleno carnaval, vale à pena a pergunta: Será que verei vocês na SEGUNDA? No momento estou na dúvida… Mas, no que depender de mim, faço muita questão de vê-los na SEGUNDA, sim. Até lá então.

Paulo Augusto

Caro Observando, antes de falar de soberba. Leia o blogueiro de sua bancada e uns 80% de seus participantes.

Faça isso com isenção e me fale honestamente.

Ainda sobre baderna, nem vejo quem atirou a primeira pedra, mas a falta de coerência em quem tem mais responsabilidade. A direção do seu clube, que agiu como moleques, quando deveria dar o exemplo.

No mais, bons e mais elementos estão presentes em todas as torcidas.

Fala Sério!

Tenho que fazer aqui um agradecimento público ao cruzeirense, cheio de vaidade, prefeito da cidade de São João Del Rei. O time do Galo ainda não engrenou. Se não fosse o Hulk ontem… Mas se não fosse o prefeitinho provocando… Obrigado, prefeito!
Obs.: por favor, dá uma cornetada no Paulinho também para ver se o moço acorda! Obrigado. Dinada.

Carlos Henrique Teixeira

Mas tudo que envolve o timim de Vespasiano vira chacota. Até o prefeito veio zoar o timinho que queria ser grande, ninguém respeita. Mas o gol do Hulk foi outra simulação grandiosa do ator de comédia pastelão e o bobo do juiz foi na onda outra vez. Ganharam e foi um sufoco danado, esse ano as pequenas aves vão sofrer muito e serão muito zoadas.

joão de deus filho

Bom dia. Boa tarde. Boa noite.
Quer dizer que é Toca 4 ????
O que que uma vitória (ou duas) não fazem com o torcedor!!!
Quando alguém chama um estádio de Toca 4, alguém de fora, que não conheça a história, pensa: deve ser o estádio do time.
E eu pergunto: o CSA-MG tem estádio?
Lembro ao sr. Dalai que o seu clube é um dos poucos no país, que não tem estádio.
O Clube, prá jogar, tem que pagar aluguel. O problema é que tem vários meses de atraso com a Minas Arena.
Eu penso que o torcedor azul tem que comemorar mesmo essa vitória sobre o Galo. Tem que aproveitar o momento. Mas, a roda continua a girar e ainda tem o resto do ano. E aí, nós vamos ver o que vai acontecer.
A derrota dói. Mas, logo logo o Galo vai imprimir seu ritmo e então, vamos aguardar.
Lembro também, que, por enquanto o campeão do estado é o Galo. Aliás, o tetra-campeão. Que continue a choradeira.
Agora, por mais que eu faça força, não consigo entender a indireta do sr. Dalai, quando diz que o Menin ficou com as dívidas e o patrimonio do clube.
Claro que ficou. Ele agora é o verdadeiro dono do Galo.
Lembro ao sr que é um bilhão de vezes melhor ter como dono um torcedor fanático do clube (e isso ele é), do que um cara que é corintiano e só se aproveitou de uma liquidação daquelas tipo 1,99 prá comprar um produto que ninguém mais queria.
Lembro também que esse dono do CSA-MG disse que passou fome quando foi jogador do clube.
E lembro também que, ao voltar para o Brasil, preferiu ir prá um clube grande. Ou seja, em nenhum momento ele pensou em voltar prá esse futuro CSA-MG.
E como eu disse, o próprio Menin falou que o Clube Atlético Mineiro não tem mais dívida, tá zerado. Agora, as dívidas estão no cpf dele. E eu garanto ao sr que ele tem plenas e totais condições de quitá-las. Basta querer.
Estamos muito felizes com o nosso novo proprietário e lembro que as perspectivas do clube são as melhores possíveis.
O próprio Valdir Barbosa falou positivamente sobre a nossa SAF.
O atleticano hoje vive de esperanças e espectativas. Sonha com o futuro que promete ser muito mais brilhante do que hoje.
Diferente do torcedor azul, cuja preocupação presente é apenas garantir participação na série A e tentar alguma vaga em um ou outro torneio maior. Pensar em ganhar nem em sonho. Só participar mesmo.
Assim como ele sabe que nunca terá o prazer de assistir a um jogo de futebol no seu estádio.
Isso é só prá time grande.
E isso o CSA-MG deixou de ser.
Um grande abraço a todos.
E continuem comemorando o título “Ganhei do Galo”.
Daqui a pouco vcs acordam.

Observando o frango

CABULOSAS 1 X 0 REAL BRASÍLIA

As Cabulosas estão na Semifinal da Supercopa do Brasil Feminina após a vitória de 1×0 sobre o Real Brasília!

É futebol masculino, é futebol feminino, é voley, são as categorias de base, é só colocar essa camisa estrelada e começa a honrar o nome de Minas Gerais pelo mundo afora, em qualquer esporte ou modalidade, isso é fato!

Pode ter competição de jogar milho ao pombo, torneio de cuspe a distância, colocou o manto da CHINA AZUL e o DNA vencedor já cola.

Mas alguém sabe o que aconteceu com o futebol feminino do ASA de vespasiano que estavam passando fome o ano passado?

Mas não são podres de ricos, sem dívidas?