FOI BOM TE VER OUTRA VEZ

  • por em 26 de julho de 2020


Tanto tempo longe de você…

A gente já não aguentava mais de vontade de ver o Cruzeiro jogando. Faz falta aos nossos olhos, acostumados com tantas páginas heroicas e imortais, ver aquela camisa estrelada nos gramados.

O jogo contra a URT não foi um teste conclusivo do novo Cruzeiro por causa da fragilidade do adversário, mas deu esperança por dois fatores: a vontade de jogar para vencer, perceptível em quase todas as disputas de bola, e a organização do time em campo, mostrando que Enderson Moreira e Ricardo Drubisck, bem como toda a equipe técnica, souberam aproveitar a paralização para implantar uma estrutura de jogo.

Entre as últimas partidas e esta deste domingo, há muita diferença. Estamos no caminho certo, com uma meninada de futuro em meio a jogadores experientes.

Embora o adversário não exigisse maior esforço, foi animador ver a armação de algumas jogadas, bem como a categoria de craques no domínio da bola e na troca de passes.

Quarta-feira, em Poços de Caldas, contra a Caldense, que hoje goleou o Tupinambás, aumentando o seu saldo de gols, teremos um teste mais rigoroso para dimensionar melhor o nosso atual estágio.

Mostraremos evolução, sem qualquer dúvida. Especialmente quando titulares importantes retornarem à equipe.

Felizmente, o Cruzeiro está se organizando de novo, dentro e fora de campo.

E precisa do apoio da China Azul !

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Notícias

All Comments