OBRIGADO, JUAZEIRENSE!

  • por em 10 de junho de 2021

Bruno Haddad/Cruzeiro/Flickr

(Por Fernando Rocha) 

Esse confronto mostrou muito do que realmente somos. Na primeira partida um time que não tem condições de construir um placar mais confortável contra uma equipe de Série D, que fez um gol meio que por acaso e que foi pro segundo jogo com disposição de sobra pra mostrar o tamanho da nossa incapacidade.

Foram 90 minutos pra não deixar dúvidas. Muito obrigado.

Se o gramado era ruim por lá, por que então as jogadas também não dão certo na grama do Mineirão? Uma partida como essa explica o fracasso de um programa de arrecadação como o CRUPIX: A vergonha alheia de azul e branco. Todas as peças desse naufrágio cruzeirense têm conexão com essa partida de ontem.

Tínhamos Rafael Sóbis no banco mas não tínhamos ninguém em campo pra segurar a bola lá na frente.

O gol da Juazeirense era questão de tempo e nem é preciso falar ou lamentar a bola que mais uma vez correu do lado de dentro da linha. No conjunto da obra esse lamento fica menor. Colecionamos mais um “quase gol” mas depois de ontem abandonamos  o “quase” e avançamos na casa  dos “completamente “. Ninguém tem mais duvidas de que somos completamente incompetentes.

Mas pra mostrar o tamanho da nossa mediocridade ainda faltava uma disputa de pênaltis. Rômulo, Felipe Augusto e Matheus Barbosa representam o quanto a prepotência de uma diretoria pode estragar um time. Nas cobranças perdidas estava também em carne viva a falta de coragem pra manter a expulsão dos conselheiros, o acordo nublado com a Família União, o medo de encarar a torcida, o caos.

Essa foi nossa verdadeira escalação.

O confronto contra a Juazeirense é um jogo que não terminou. Pelo contrario, só está começando.

BATE PAPO NO QUINTAL

Mais uma vez os torcedores de Vespasiano invadem o QUINTAL.

Alguns  como ROMULO e GUIDAY RODRIGUES dizem que estou colocando a culpa de tantos erros em fatores externos ao time; juiz, diretoria, etc e tal. O Cruzeiro hoje tem tantos problemas que é difícil dizer qual deles atrapalha mais. A única questão em ordem atualmente é a lei da freguesia. Essa não falha; no confronto direto não tem conversa.

Outros como o coerente TEOBALDO reconhecem que fomos vítimas do maior roubo da historia do futebol Brasileiro. Se até a torcida adversária cobra punição ao grupo politico que ainda permanece na ativa, imagina nossa torcida…

PEPPEU emenda o comentário achando que ninguém quer por a mão nesse vespeiro politico. Eu discordo, meu caro. Tem muita gente se preparando pra luta.

SEM PACIENCIA, EDUARDO GALAO DA MASSA e JORGE também tratam  do assunto com habitual imparcialidade. Tirando alguns absurdos clubísticos eu concordo com vocês.

GALO DOIDO NEW YORK pergunta sobre a live que faremos em breve com portões abertos aqui nesse QUINTAL. Vai ser em breve (assim que dono do QUINTAL voltar) e vai ter cerveja churrasco e pinga de DDI, a internacional DORES DO INDAIÁ!

Aos Cruzeirenses de sempre: CARLOS AGUIAR, VAMOsSUBIRZEROO , REI MELO,LUCIO SOARES, LUIZ GONZAGA DE BARROS e MARCELO,  mando meu abraço e minha solidariedade. A gente pode perder a aposta, mas não pode perder a lição.

Vamos em frente.   

PS: até a volta do titular Dr. Dalai, a coluna passa a ser publicada às segundas e quintas.              

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments